Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Outros Esportes / PATINAÇÃO NO GELO

Morre Gabriel Ohnmacht, pioneiro da patinação no gelo do Brasil, aos 23 anos

Ex-atleta foi importante para a modalidade no país e colaborou com o desenvolvimento dos primeiros uniformes do Brasil no esporte

Redação Publicado em 03/02/2024, às 14h30 - Atualizado às 15h23

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Gabriel Ohnmacht - Divulgação/ CBDG
Gabriel Ohnmacht - Divulgação/ CBDG

Morreu o ex-atleta Gabriel Ohnmacht, aos 23 anos. O pioneiro da patinação de velocidade brasileira foi encontrado sem vida pela mãe, Fátima, no sofá de sua casa em Schaffhausen, na Suíça.

A informação foi confirmada pela família do patinador nesta sexta-feira, 02, e publicada pelo blog “Brasil Zero Grau”, especializado em esportes de inverno.

“O encontramos no apartamento dele sem vida, no sofá. O laudo da perícia não indicou arrombamento nem nada assim. Ele estava deitado com fone de ouvido, por isso achei que ele não tinha me escutado quando cheguei. Me aproximei e percebi que estava sem vida, aparentemente sem nenhum ferimento. Achamos que foi um ataque cardíaco”, disse Fátima, mãe de Gabriel, em entrevista ao “GE”.

“Gabriel iniciou na patinação de gelo para o Brasil. Representou o Brasil com muito orgulho. Deixou de representar a Alemanha, porque o coração sempre bateu pelo Brasil. A patinação era a paixão dele”, afirmou.

Filho de pai alemão e mãe brasileira, Gabriel nasceu na Alemanha e decidiu representar o Brasil nos esportes de gelo. Ele foi um dos pioneiros na patinação e ajudou a desenvolver os primeiros uniformes da modalidade no país.

O atleta representou o Brasil em competições entre 2015 e 2017 e contribuiu para que o país retomasse a filiação junto à União Internacional de Patinação (ISU, na sigla em inglês). Ele deixou o esporte de alto rendimento para se dedicar à faculdade de química.

“O Gabriel guardava os uniformes do Brasil em uma gaveta. Ele me dizia: "Quero voltar, nem que seja pra treinar crianças." O amor dele pelo esporte foi muito grande e o meu também, sempre junto, levando-o para todos os lugares. Sempre me dizia que voltaria, não voltaria como alto rendimento, mas tinha muitos projetos. Tinha muitos planos, infelizmente ele se foi. É uma perda muito grande”, completou Fátima.

Confederação Brasileira de Desportos no Gelo lamenta morte de Gabriel

Com imenso pesar, compartilhamos a notícia do falecimento do ex-atleta de patinação velocidade brasileiro Gabriel Ohnmacht.

Em nome de toda a comunidade dos esportes no gelo, a CBDG se solidariza com seus familiares e amigos. O desporto brasileiro agradece seu memorável e importante legado, e lamenta a sua partida precoce.

Descanse em paz.


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!