Sportbuzz
Testeira
Futebol / FALOU!

Vice-presidente do Palmeiras critica arbitragem e se posiciona após derrota

O Palmeiras foi derrotado pelo São Paulo na noite desta quarta-feira, 30, no jogo de ida da final do Campeonato Paulista e reclamou muito da arbitragem

Redação Publicado em 31/03/2022, às 10h26

Paulo Buosi fala sobre polêmicas do Choque-Rei - Reprodução/Youtube - TV Palmeiras 30/03/2022
Paulo Buosi fala sobre polêmicas do Choque-Rei - Reprodução/Youtube - TV Palmeiras 30/03/2022

Na noite desta quarta-feira, 30, o Palmeiras foi derrotado pelo São Paulo na partida de ida da final do Campeonato Brasileiro e agora precisa buscar o resultado no jogo de volta no Allianz Parque. Reclamando muito da arbitragem, Paulo Buosi, vice-presidente do Verdão, se pronunciou após todas as polêmicas.

Além do pênalti muito duvidoso marcado por toque no braço de Marcos Rocha, a diretoria alviverde reclamou de outros momentos da partida que acreditam ter sido capitais e que poderiam mudar a história do jogo se a marcação do juiz fosse diferente. Falando sobre a penalidade, o cartola caracterizou a decisão do juiz como "fora da regra"

 

CANAL - SPORTBUZZ

"Nos últimos anos, disputamos mais de dez finais. Ganhamos e perdemos, mas sem acontecer o que aconteceu aqui hoje. Tivemos uma interferência direta no resultado, com um pênalti marcado totalmente fora da regra", comentou Paulo Buosi relembrando as experiências do Palmeiras nas finais de Libertadores, Copa do Brasil, Supercopa, Paulistão, Recopa e Mundial de Clubes.

Para Buosi, além do pênalti ter sido assinalado de forma errada, o São Paulo cometeu uma infração na hora da cobrança com a invasão de Éder, o que implicaria na anulação do gol de Calleri e uma nova cobrança teria que ser feita. Contudo, o VAR não analisou o lance e acabou deixando o jogo seguir. Além disso, o cartola reclamou de uma suposta penalidade sofrida por Gustavo Gómez.

Gustavo Gómez sofreu suposto pênalti
Palmeiras reclama de pênalti em Gustavo Gómez na final - Filckr (Cesar Greco/Palmeiras)

"Tivemos invasão (na área) na hora do pênalti que o VAR precisa chamar, nosso treinador foi tratado de uma maneira diferente do deles. Houve pênalti no Gustavo Gómez e inversão de outras faltas. Hoje se faz necessária uma manifestação do Palmeiras como nunca fizemos, porque o resultado da partida teve interferência da arbitragem. O que a gente espera é que no próximo jogo não tenha", falou.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!