Sportbuzz
Testeira
Futebol / COMPLICADO

Tottenham planeja recurso após eliminação, e Conte se revolta; entenda

Comandado por Conte, o Tottenham acabou sendo eliminado da Liga Conferência depois que o confronto contra o Rennes teve que ser cancelado por conta do surto de coronavírus no elenco

Redação Publicado em 22/12/2021, às 09h31

Conte, treinador do Tottenham - Transmissão/Onefootball
Conte, treinador do Tottenham - Transmissão/Onefootball

Depois da decisão tomada pela Uefa, que acabou eliminando o Tottenham da Liga Conferência, dando ao Rennes a vitória no jogo da última rodada da fase de grupos da competição, que teve que ser cancelada por conta dos casos de coronavírus no elenco dos Spurs, a equipe comandada por Conte planeja entrar com um recurso.

Em entrevista coletiva, o técnico do Tottenham criticou duramente a decisão da Uefa. Acontece que a partida era decisiva para a definição dos classificados para próxima fase da Liga Conferência. Com essa "derrota" do Tottenham sem nem mesmo ter entrado em campo, o Vitesse, da Holanda, passou em segundo lugar no grupo.

 

Canal - SportBuzz

"Honestamente, para mim, para o clube e para os torcedores, é incrível a decisão da Uefa. É injusta. Nós merecemos decidir a classificação em campo, não no tribunal. Estou muito desiludido com a decisão da Uefa", disparou Conte.

Por conta dessa decisão, o Tottenham acabou ficando em terceiro lugar no grupo, e o jogo contra o Rennes não foi o único adiado por conta dos casos de coronavírus no elenco inglês, já que as partidas contra Brighton e Leicester, pela Premier League, também precisaram ser remarcadas pelo mesmo motivo.

"A Uefa declara que a partida da fase de grupos da Liga Conferência entre Tottenham e Rennes que estava inicialmente agendada para ser jogada em 9 de dezembro de 2021 foi abandonada pelo Tottenham. Desse modo, se perde a partida por 3 a 0 de acordo com o anexo J 3.1 do regulamento da Liga Conferência", explica o comunicado.

Conte, treinador do Tottenham na área técnica do time (Crédito: GettyImages)

 

A Uefa ainda citou em seu comunicado de explicação um trecho no qual consta que um time só vai sofrer o W.O por não ter comparecido ao jogo, e por não ter conseguido reunir pelo menos 13 atletas para dar início a partida, sendo que entre eles deve constar um goleiro.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!