Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » EITA!

Thiago Silva contesta postura do PSG em sua saída e dispara: "Eu merecia muito mais respeito"

Zagueiro atualmente defende o Chelsea, mas ainda demonstra insatisfação com o tratamento que recebeu do time francês

Redação Publicado em 10/02/2021, às 06h41

Thiago Silva em campo pelo PSG
Thiago Silva em campo pelo PSG - GettyImages

Após seis meses defendendo o Chelsea e construindo uma história de sucesso na equipe inglesa, pensando até mesmo em estender seu contrato, Thiago Silva não se esqueceu da sua saída do PSG.

 

 

Em entrevista à revista inglesa "FourFourTwo", o zagueiro brasileiro questionou a postura da diretoria da equipe francesa em sua despedida.

O jogador reforçou ter ficado insatisfeito com o que achou ser uma falta de consideração pelos oito anos no clube.

"Eles não me ofereceram nada. Nem mesmo um: 'Thiago, você aceita € 1 para ficar com a gente?'. Nada. Foi muito decepcionante", desabafou.

Nesses oito anos de PSG, Thiago Silva conquistou 23 títulos, entre eles, sete edições do Campeonato Francês, além do histórico vice-campeonato na Champions, quando fez a sua despedida.

Com toda essa história, o brasileiro não hesitou em dizer que merecia uma despedida que respeitasse a sua história no Paris.

"Durante a pandemia, eles tiveram três meses para planejar minha despedida. Mas nada foi feito. Eu não fiquei uma temporada ou alguns meses. Foram oito anos de uma história de um capitão que levantou muitos troféus no clube", disse antes de completar.

"Eu merecia muito mais respeito que isso. E o mesmo ocorreu com o Cavani", reforçou o zagueiro.
Depois de ter renovado seu contrato por mais três meses para disputar a final da Champions, Thiago diz que deu aval para seu empresário, Paulo Tonietto, negociar com outras equipes, mas sem ser avisado sobre qualquer tratativa.
O zagueiro queria foco total na disputa do torneio continental e não queria pensar nas possibilidades naquele momento, mas após o vice, sentiu mesmo que era o fim de sua trajetória em Paris.
"Antes de ir para Lisboa, eu disse para o empresário que ele poderia procurar novos clubes. Mas ele estava proibido de me contar qualquer coisa antes do nosso último jogo na Champions League. Em Lisboa, eu senti que era a minha última partida. Eu corri para o presidente Nasser (Al-Khelaïfi), no elevador do hotel, e ele me disse que (Leonardo) queria falar comigo. Eu imaginei o que estava para vir, mesmo que minha mente já estivesse longe do PSG. Depois do apito final em Portugal, eu senti que era minha última partida no clube", finalizou.

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!