Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Futebol / EITA!

Santos: João Paulo comenta trabalho de Lisca e enaltece Fluminense

Goleiro do Santos, João Paulo abriu o jogo sobre o comando de Lisca e rasgou elogios ao Fluminense de Fernando Diniz; Peixe detém a segunda melhor defesa do Brasileirão

Redação Publicado em 02/08/2022, às 16h56

João Paulo, do Santos - Ivan Storti/SantosFC/Flickr
João Paulo, do Santos - Ivan Storti/SantosFC/Flickr

O goleiro João Paulo, do Santos, analisou a primeira semana de Lisca como treinador e o desenvolvimento da equipe sob o seu comando. Além disso, o camisa 34 aproveitou para tecer elogios ao trabalho feito por Fernando Diniz no Fluminense, o último time enfrentado pelo Peixe no Campeonato Brasileiro, na 20ª rodada.

“Estamos melhorando”, destacou João Paulo. “Tomamos pouco gols nos jogos com entrega e dedicação. A gente quer aparecer, mas quanto menos aparecer, melhor. Hoje (segunda-feira, 1º) enfrentamos uma grande equipe. Eles tiveram chances, nós também, mas foi um grande jogo”. O goleiro ainda respondeu se os ensinamentos em treinos foram aplicados na Vila Belmiro.

CANAL - SPORTBUZZ:

“Colocamos em prática no primeiro tempo, pressionamos o Fluminense, criamos jogadas. Se tivesse caprichado um pouco mais, ampliaríamos. No segundo-tempo, sentimos o cansaço, não é fácil pressionar o tempo inteiro. Mas vale a entrega. É manter nossa intensidade para conquistar a vitória”, continuou o arqueiro. “[No] segundo [tempo], o Fluminense fechou mais, precisavam buscar o resultado”.

PREJUDICADOS?

Eduardo Barros, assistente de Fernando Diniz no Fluminense, foi sincero sobre a partida do time contra o Santos e a atuação da arbitragem no Campeonato Brasileiro. De acordo com o auxiliar técnico, o não reconhecimento do pênalti devido à falta feita em Caio Paulista definiu o destino do jogo de maneira injusta.

Santos e Fluminense em campo pelo Brasileirão
Santos e Fluminense em campo pelo Brasileirão (Créditos: Ivan Storti/SantosFC/Flickr)

“É mais um evento que mancha o futebol brasileiro”, destacou Barros. “É inadmissível que um espetáculo de dois clubes gigantes do futebol brasileiro termine com a incompetência do VAR de gerenciar um lance que é de sua responsabilidade. Não quero nomear o profissional responsável pela decisão, que deveria ter, no mínimo, chamado o Bráulio (árbitro da partida)”.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!