Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » EITA!

Presidente do Palmeiras rebate crítica de Luxemburgo e explica motivo da demissão: "Chegou um momento que o time não evoluía"

Mandatário ainda desconversou sobre a possibilidade de contratação de Borré

Redação Publicado em 10/03/2021, às 07h10

Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras durante entrevista coletiva
Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras durante entrevista coletiva - Transmissão TV Palmeiras

Nesta terça-feira, 9, o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, conversou com o apresentador Elia Júnior no programa "Nossa Área", da "Rádio Bandeirantes".

O atual mandatário Alviverde falou sobre a possível contratação do atacante Borré, dos títulos conquistados recentemente e da demissão de Vanderlei Luxemburgo em 2020.

Galiotte elogiou o atacante colombiano, que pertence ao River Plate, mas despistou sobre uma possível contratação do jogador.

"O Borré é um grande jogador. A gente avalia como um recurso acima da média. Todo jogador que o Palmeiras vier a contratar, nós vamos comentar quando for concretizado. A gente não vai falar em nomes. Nós temos um grupo vencedor que a gente respeita muito. O Palmeiras está sempre atento ao mercado. Se a gente puder reforçar a equipe, faremos. Mas sempre com muita prudência”, contou o presidente que está em seu último ano de mandato", contou.

O presidente também falou sobre as conquistas recentes do clube, como a Libertadores, mais recente a Copa do Brasil e o Paulistão.

"Um momento que fica para a história do nosso clube. Hoje, como presidente, eu me sinto plenamente realizado", afirmou Galiotte.

Além disso, o presidente Alviverde lembrou da escolha pelo técnico português Abel Ferreira, que chegou ao Palmeiras no final de outubro e deu resultados rapidamente.

"O Palmeiras buscava um conceito. Que tivesse identificação com a base, moderno, um estrategista. Um time que ataca rápido, com transição, organizado. É isso que o palmeirense quer. E o Abel é uma revelação no futebol português. É um estudioso. E agente buscou esse perfil. Naquele momento, muitas pessoas da imprensa divulgaram que o Palmeiras foi atrás de A, B, C. Muitas bobagens. O Abel estava trabalhando, tomamos todos os cuidados e fechamos a contratação. O Abel se identificou muito com o projeto", disse.

Maurício Galiotte ainda criticou a imprensa no momento em que buscava o novo comandante.

"Algumas pessoas da imprensa jogaram o torcedor contra o clube. E a gente tinha a convicção que a gente precisava de alguém com esse perfil", desabafou.

Na última segunda-feira, 8, no programa "Esporte em Debate", o treinador Vanderlei Luxemburgo criticou Galiotte por ter tomado a decisão de demiti-lo após a conquista do Paulistão e a boa campanha na primeira fase da Libertadores.

Como resposta, Maurício Galiotte falou sobre a decisão de demitir o técnico em 2020.

"O Vanderlei fez um trabalho que poucos fariam, naquele momento. Ele reestruturou o elenco e promoveu os garotos. Nós ganhamos o título em cima do rival. Chegou um momento que o time não evoluía. Então você não tinha proposta tática e técnica. A gente avaliou que precisava mudar. O Palmeiras não estava em evolução e a gente tinha desafios grandes pela frente. Eu tenho de enaltecer o trabalho que o Vanderlei desempenhou naquele momento", finalizou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!