Sportbuzz
Testeira
Futebol / EITA!

Presidente do Palmeiras abre o jogo sobre situação de Patrick de Paula e Lucas Lima

Presidente do Palmeiras comentou sobre Patrick de Paula e Lucas Lima

Redação Publicado em 24/06/2021, às 16h57 - Atualizado às 17h07

Presidente do Palmeiras confirmar retorno de Lucas Lima e Patrick de Paula - GettyImages
Presidente do Palmeiras confirmar retorno de Lucas Lima e Patrick de Paula - GettyImages

Patrick de Paula e Lucas Lima protagonizaram nas últimas semanas algumas cenas polêmicas ao lado da torcida do Palmeiras. A dupla acabou sendo flagrada descumprindo protocolos e regras sanitárias e foi duramente criticada por alguns torcedores do clube. Além dessa cobrança, o os dois também foram punidos e o presidente da equipe paulista comentou sobre a situação. 

 

Em entrevista para o "Seleção SporTV", Mauricio Galiotte deixou claro que Patrick de Paula e Lucas Lima vão retornar as atividades nesta sexta-feira, 25. O cartola relembrou que o Palmeiras puniu a dupla e também revelou que os atletas reconheceram o erro. Desta forma, os dois vão estar dispiníveis para Abel Ferreira para a sequência da temporada. 

"Lucas Lima e De Paula erraram e foram punidos. Hoje, nós temos um grupo jovem e experiente. Esse gruoo ganhou três campeonatos, então não estamos completamente errados. Alguns ajustes cabem, mas precisamos de equilíbrio e sabemos o que estamos fazendo", afirmou. 

Mauricio Galiotte ainda seguiu dizendo que: "Ambos foram punidos, receberam uma multa, sabem que erraram. O Palmeiras dá oritentações, exemplos, tratamos com responsabilidade. Eles entendem que eles realmente cometeram falhas importantes. Retornarão aos treinamentos amanhã". 

RECLAMAÇÕES DE ABEL FERREIRA!

Maurício Galiotte  comentou sobre o recente caso envolvendo a cobrança por reforços feita pelo treinador Abel Ferreira. O técnico cobrou a diretoria do clube por mais contratações, e planejamento. Galiotte rebateu a fala de Abel Ferreira, e falou sobre o trabalho da diretoria para a temporada.

"O que posso dizer (sobre as declarações do Abel) é que ela não agrega, não soma. Ele sabe de todos os detalhes. Acho que isso não agrega nem para o Abel, não soma nada para os jogadores, para a direção, para o torcedor. Acaba expondo situações já tratadas internamente no clube", disse o presidente.

Acontece que depois da derrota para o Red Bull Bragantino, na noite desta quarta-feira, 23, Abel Ferreira foi questionado em entrevista coletiva sobre os desfalques e a possibilidade de buscar alternativas no mercado.

Foi aí que o treinador afirmou estar desiludido e não ter mais esperança para a chegada de reforços. A fala de Abel não pegou bem entre a diretoria, que acreditava que esse tema já havia sido superado, já que o treinador havia feito o mesmo pedido no início do ano.

Dessa forma, Galiotte contou que na próxima sexta-feira, 2, vai se reunir com os jogadores e com a comissão técnica na Academia de Futebol para falar sobre o planejamento da equipe para a temporada, e aproveitar para esclarecer qualquer dúvida.

O presidente do Palmeiras reforçou a qualidade do seu elenco, que venceu na temporada passada os títulos do Paulistão, da Libertadores e da Copa do Brasil.

"O Palmeiras tem um grupo muito qualificado, confio muito em todos os jogadores do elenco. Esse grupo ganhou a Libertadores e a Copa do Brasil, temos muita confiança no nosso elenco. O mesmo acontece com o Abel e a comissão. Nossa confiança é total no treinador e em todos que participam no departamento de futebol", contou.

De contratações para a temporada 2021, o Palmeiras acertou até agora apenas a contratação do meio-campista Danilo Barbosa. Além dele, o atacante Deyverson foi reintegrado ao elenco, e Dudu ainda chega a partir de julho.

"A gente sabe exatamente o que está acontecendo, mas vamos tratar com muita responsabilidade. Eu também quero reforçar a minha equipe e ter um time praticamente imbatível, mas neste momento a gente tem de ter muito equilíbrio. O Abel sabe. A gente trabalha com transparência, tem diálogo praticamente diário na Academia de Futebol, todos têm o mesmo objetivo, que é vencer. Mas temos de ser responsáveis", disse antes de completar.

"Meu mandato acaba aqui seis meses, um pouco menos. Poderia contratar três ou quatro jogadores, montar um esquadrão, acabar campeão, disputando títulos, e deixar a conta para a frente, para outras gestões. Não vamos fazer dessa maneira. Eu falei para o Abel na sala dele há dois ou três dias. Temos uma situação especifica, temos de ter muito cuidado. Toda a crise do ano passado se mantém esse ano. Tem de ter muito equilíbrio", finalizou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!