Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » NÃO QUER!

Náutico abre mão da Arena Pernambuco, estádio da Copa do Mundo

Na expectativa de vencer a Série C, o clube pernambucano voltou às raízes e disputará a final no estádio dos Aflitos

SportBuzz DIGITAL Publicado em 25/09/2019, às 16h52

Arena Pernambuco
Arena Pernambuco - Getty Images

O Náutico recusou a Arena Pernambuco para ser o palco da final da Série C do Brasileirão, contra o Sampaio Corrêa (MA), no próximo domingo, 29. O estádio padrão Fifa foi substituído pela antiga casa do time, o Estádio dos Aflitos.

Ao descartar o estádio de Copa do Mundo, o Náutico volta às raízes e reconquista a sua torcida na campanha marcante desta temporada. O clube já garantiu o acesso à Série B do ano que vem e está na expectativa de ser o grande campeão da terceira divisão.

Mandando jogos na Arena Pernambuco desde 2014, a diretoria do clube não estava satisfeita com o local e movia ações para quebrar o contrato com o estádio, que fica cerca de 20 km do Recife, em São Lourenço da Mata. O descontentamento se dava pela distância, valores dos ingressos e falta de tradição da Arena.

Segundo a publicação do Estadão Esportes, para o presidente alviburro, Edno Melo, a torcida é muito apegada ao Estádio dos Aflitos, de 80 anos e com capacidade para 19 mil pessoas, e prefere manter uma tradição de sorte ao Náutico.

"A gente começou a perder torcida, perder identidade com o clube. Quando a gente ia para a Arena Pernambuco, tinha 180 torcedores nos jogos. Isso nunca foi a torcida do Náutico. O mesmo jogo se fosse nos Aflitos daria umas 6 mil pessoas. Estamos provando isso agora. Nosso estádio está decidindo os jogos", afirmou Melo.

Ele ainda classificou a Arena Pernambuco como um ambiente frio, diferente do tradicional estádio. "A gente não se sentia em casa. Não se podia fazer nada. Faixa? Não podia levar. Soltar fogos? É proibido. Não tinha maleabilidade de preço de ingresso. Em vários jogos nós tínhamos prejuízo", completou o dirigente. 

Para romper o contrato com o estádio padrão Fifa, o Náutico precisou da aprovação dos sócios, através de uma assembleia geral e a maioria aprovou.

O alviburro abriu uma campanha “Voltando para casa” para reformar o antigo estádio. O retorno aos Aflitos foi em dezembro do ano passado.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!