Sportbuzz
Testeira
Futebol / LIBERTADORES!

Libertadores: Landim projeta final entre Flamengo e Palmeiras

Presidente do Flamengo analisou a final da Libertadores contra o Palmeiras e ressaltou a importância financeira e esportiva da competição para o clube

Redação Publicado em 19/11/2021, às 13h14 - Atualizado às 13h34

Presidente do Flamengo analisou a decisão da Libertadores contra o Palmeiras - Gilvan de Souza/Flamengo
Presidente do Flamengo analisou a decisão da Libertadores contra o Palmeiras - Gilvan de Souza/Flamengo

No próximo dia 27 de novembro, Flamengo e Palmeiras vão fazer a decisão da Libertadores 2021. Considerados dois dos principais clubes do futebol brasileiro, a final da competição continental promete despertar a atenção de todos. Rodolfo Landim, inclusive, sabe da importância desse título para o lado financeiro do rubro-negro e também esportivo. 

O presidente do Flamengo, por sinal, esteve presente no lançamento do projeto sobre o museu do clube carioca e foi questionado em relação a final da Copa Libertadores da América. Rodolfo Landim destacou que será um encontro de gigantes e relembrou que o confronto terá um aspecto de "tira-teima" entre campeões. 

 

"Para começar, tem um impacto direto na premiação, que é bastante grande. São US$ 9 milhões (cerca de R$ 50 milhões) de diferença do primeiro para o segundo colocado. Fora isso, tem classificação para o Mundial, uma série de coisas. Existe o impacto econômico, mas o esportivo é ainda maior. Todo mundo quer ser campeão. Vai ser uma final interessante entre os dois últimos campeões, um tira-teima", afirmou. 

Além de ter destacado a importância financeira e esportiva, Rodolfo Landim seguiu analisando a decisão entre Flamengo e Palmeiras. Questionado sobre o trabalho de Renato Gaúcho e também se existe qualquer tipo de crise no clube carioca, o presidente rubro-negro garantiu que resultados negativos são normais e defendeu o trabalho de Portaluppi. 

"Competição é sempre difícil de vencer, todos querem. Acabamos sendo eliminados na semifinal, e isso é do futebol. Mas não vejo como crise. Claro que todos ficam chateados. Queríamos disputar as três competições, mas é difícil, ainda mais com os problemas que tivemos com desfalques de jogadores. Com o calendário tão duro, é muito difícil. Mas não acho que tenha sido um grande baque. Nos preparamos para essa grande final do dia 27 e continuamos na disputa do Brasileiro, que, se não fossem os problemas, certamente estaríamos em outra posição. Mas vamos ver", completou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!