Sportbuzz
Testeira
Futebol / PALMEIRAS

Leila Pereira abre o jogo sobre críticas e reeleição no Palmeiras

Presidente do Verdão, Leila Pereira quebrou o silêncio sobre opiniões negativas da torcida e a possibilidade de permanecer em seu atual cargo

Redação Publicado em 08/03/2022, às 13h08

Leila Pereira em coletiva de imprensa - Fabio Menotti/SE Palmeiras/Flickr
Leila Pereira em coletiva de imprensa - Fabio Menotti/SE Palmeiras/Flickr

A presidente do Palmeiras, Leila Pereira, concedeu entrevista exclusiva ao jornal O Globo, que foi publicada na madrugada desta terça-feira, 8. Ao jornal, Leila falou sobre sua trajetória no clube, as críticas que recebe da torcida e suas chances de reeleição. Atualmente, Pereira é dirigente tanto do clube alviverde quanto de seu patrocinador máster, a Crefisa.

A empresária assumiu o cargo no Palmeiras em dezembro de 2021. Um mês após tomar posse, em janeiro deste ano, a hashtag #ForaLeila foi um dos assuntos mais comentados do Twitter, principalmente entre torcedores do Verdão. "Como o futebol é um meio muito masculino, as pessoas se sentem incomodadas por uma mulher que está se sobressaindo tanto. São críticas muito ridículas”, afirmou na entrevista.

 

CANAL - SPORTBUZZ

“As pessoas criticavam muito os departamentos de marketing e comunicação. Entrei e fiz várias alterações. As mesmas pessoas criticam agora as alterações que eu fiz para melhorar. Eu aceito as críticas e sugestões, mas a decisão é minha. Acho que aí é que entra o preconceito. Como pode uma mulher bater firme e dizer: 'eu respeito a sua opinião, mas a caneta é minha'?"

Palmeirense por influência de seu marido, Leila falou sobre seu desejo de crescer com o clube e que já está pensando em sua reeleição. O mandato de presidente tem duração de três anos, com término previsto para 2024. "Eu costumo dizer que a minha trajetória vai ser grande no Palmeiras. Não vou sair de lá não, viu?”, afirmou.

Leila Pereira no Palmeiras
Leila Pereira durante boas-vindas ao elenco (Créditos: Cesar Greco/SE Palmeiras/Flickr)

 

“Vou continuar trabalhando e, se eu tiver o privilégio e a honra do associado continuar confiando no meu trabalho, eu gostaria de ser reeleita presidenta do Palmeiras. Quero tornar o Palmeiras cada vez maior e mais vitorioso, e eu sei como fazer isso, como investir. Eu não me abalo com críticas”.

 

 

 

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!