Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Futebol / DEU TEMPO!

Kenedy e Carlos Vinícius mudam de clube antes de a janela fechar

Enquanto o Kenedy sai do Chelsea, após sete anos, o atacante Carlos Vinícius acertou seu retorno à Premier League após uma temporada na Holanda

Redação Publicado em 01/09/2022, às 19h40

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Kenedy e Carlos Vinícius mudaram de clubes - Getty Images
Kenedy e Carlos Vinícius mudaram de clubes - Getty Images

A janela de transferências das principais ligas europeias já fechou, mas nos últimos minutos deu tempo de mais dois brasileiros se transferirem. O meio-campista Kenedy, ex-Flamengo, foi comprado em definitivo pelo Real Valladolid, enquanto o atacante Carlos Vinícius assinou com o Fulham e voltou à Premier League após uma temporada.

O Kenedy tinha contrato com o Chelsea desde 2015, quando foi comprado ainda nas categorias de base do Fluminense. Neste período teve poucas chances e muitos empréstimos para times da Inglaterra e Espanha. No ano passado foi emprestado ao Flamengo, mas ficou por menos tempo do que o contrato previa, após o técnico Thomas Tuchel chamá-lo de volta.

Já Carlos Vinícius pertencia ao Benfica e também acumulou empréstimos para times como PSV e Tottenham nas últimas temporadas. Apesar de ter ido bem e agradado em sua passagem pelo time de Londres, o clube decidiu não exercer a opção de compra. Nesta transferência, o Fulham pagou 4,7 milhões por 50% dos direitos do jogador.

A compra do Kenedy, que está com 26 anos, não teve os valores revelados, mas o contrato assinado pelo atleta será válido pelos próximos cinco anos. Já o centroavante, que tem 27 anos, assinou até o fim da temporada de 2025 e se junta agora ao meia Andreas Pereira e ao atacante de beirada Willian, ex-Corinthians.

Carlos Vinícius jogou pelo Tottenham na temporada de 2020/21
Carlos Vinícius jogou pelo Tottenham na temporada de 2020/21/ Créditos: Getty Images

Agora que as janelas fecharam, é possível falar que o Brasil foi um dos países que mais movimentaram os principais mercados do mundo, além de ter tido o jogador mais caro do período. O ponta Antony custou cerca de 95 milhões de euros aos cofres do Manchester United, fora o Casemiro que teve o mesmo ruma, e tantos outros que decidiram pela mudança de clubes.


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!