Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » OPINIÃO POLÊMICA

Kaká se posiciona contra treinadores estrangeiros na Seleção Brasileira: "Seleção é muito cultural"

Em uma entrevista, o melhor jogador do mundo em 2007 associa que a "amarelinha"faz parte da cultura do país

Marcello Sapio Publicado em 23/03/2020, às 15h56

Kaká comenta sobre treinadores estrangeiros na Seleção
Kaká comenta sobre treinadores estrangeiros na Seleção - Getty Images

Melhor jogador do mundo em 2007, Kaká concedeu entrevista exclusiva para o programa Fox Sports Rádio, via Skype, devido a recomendação da OMS de isolamento social.

A discussão do programa era sobre se a Seleção Brasileira deveria ter, ou não, um treinador estrangeiro, levando em conta o sucesso recente de Jorge Jesus e de Jorge Sampaoli, nos comandos de Flamengo e Santos, respectivamente.

O ex-jogador deu uma opinião que criou uma certa polêmica: "Enxergo estrangeiro na Seleção, mas acredito que deveríamos fazer todas as tentativas de alto nível possível dentro da nossa possibilidade como treinador nacional. Falo isso porque acho que Seleção é muito cultural, sou um dos críticos à naturalização do jogador. Entendo, todo mundo tem importante de jogar uma Copa, entendo esse lado, mas sou crítico"

Kaká, que jogou três Copas do Mundo pelo Brasil, além de conquistar o penta, em 2002, completou o seu argumento: "Seleção é muito cultural. Se eu chego num país aos 20 anos, não entendo o que aqueles meninos passaram na infância. No campo é profissional, entendo, mas na minha opinião Seleção é parte da cultura. Quando o treinador souber de onde os meninos vieram, quando tiver o entendimento do Brasil e do brasileiro acho mais legal".

Na história, apenas cinco jogadores não nascidos no Brasil defenderam a Seleção Brasileira, a maioria na primeira metade do século passado. O caso mais recente foi a convocação do meio-campista Andreas Pereira, que é filho de brasileiros e nasceu na Bélgica.

Já no comando técnico, apenas dois treinadores estrangeiros já comandaram a "amarelinha", mas foram curtas passagens.

O primeiro foi Joreca, treinador português em 1944, ficando à frente, junto com o técnico brasileiro Flávio Costa, em dois amistosos contra o Uruguai, com duas vitórias para o Brasil.

O segundo foi o argentino Filpo Nuñez, que foi o treinador do Brasil por apenas um jogo, quando o Palmeiras representou a Seleção Brasileira, na estreia do Mineirão, em 1965. O jogo acabou em 3 a 0 para o Brasil.


Itens que todo fanático pela Seleção Brasileira vai amar ter

Clique nos links abaixo para comprar os produtos:

1. Álbum de Figurinhas Seleção Brasileira Rússia 2018. A Maior Campeã de Todos os Tempos (+ 10 Envelopes) 

2. Copo Chuteira 370 Ml Jogador Cbf Globimport Transparente 

3. Camiseta Nike Brasil Torcedor Réplica 18/19 

4. A camisa amarela da seleção brasileira

5. Chinelo Slim Brasil, Havaianas, Feminino 

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!