Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Futebol / EITA!

Jornalista é processada por pergunta feita pós-jogo, em Portugal

Jornalista portuguesa, Rita Latas, foi denunciada e processada pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, por pergunta feita ao treinador do Sporting

Redação Publicado em 01/09/2022, às 18h49

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Jornalista está sendo processada por pergunta feita ao treinador do Sporting - Getty Images
Jornalista está sendo processada por pergunta feita ao treinador do Sporting - Getty Images

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol decidiu processar de forma disciplinar, Rita Latas, jornalista da "Sport TV", principal emissora esportiva do país. O fato aconteceu pela pergunta ter sido feita logo após o jogo e ter fugido do tema, o que é contra o regulamento da Liga Portugal. O alvo da pergunta foi o treinador do Sporting, Rúben Amorim.

Ao final do jogo entre Chaves e Sporting, no último sábado, 27, Rita se dirigiu ao técnico e perguntou sobre o caso do atacante Slimani, que rescindiu contrato com o clube recentemente e segundo a imprensa local, teria entrado em rota de conflito com o comandante da equipe de Lisboa. Rúben Amorim preferiu não responder, afirmando que o tema já seria abordado na coletiva que aconteceria na sequência.

Após pedido do Sporting, o caso foi reportado no relatório do jogo e justificado pelo conselho disciplinar desta forma: "O Conselho de Disciplina instaurou a 30 de agosto de 2022 processo disciplinar por lhe ter sido presente Relatório Oficial de Jogo no qual se fazia referência ao fato da jornalista ter feito, durante a flash interview, pergunta não relacionada com o jogo que acabara de terminar. É obrigatória a sanção em processo sumário ou a instauração de processo disciplinar quando chegam ao seu conhecimento indícios da prática de ilícito disciplinar". 

Na sequência, o Sindicato de Jornalistas de Portugal reagiu afirmando que isso seria censura ao trabalho dos jornalistas e que esta seria apenas uma de algumas medidas "estranhas" que têm sido tomadas pela justiça desportiva, para limitar o trabalho da imprensa. Perguntado hoje, 1, sobre o tema, Rúben não deu muita importância ao caso, além de falar que o tema não compete a ele.

Rúben Amorim é o técnico do Sporting
Rúben Amorim é o técnico do Sporting/ Créditos: Getty Images

"É algo que me ultrapassa. As perguntas podem ser feitas como quiserem, porque só respondo o que quero. Controlo as minhas respostas, as perguntas são indiferentes para mim. É algo regulamentar, não tenho muito a dizer. É da esfera do clube. Controlo as minhas respostas, é uma situação que me ultrapassa. Estão sempre a desviar-se do que é essencial do jogo, se está regulamentado, então têm de seguir. Se faz sentido? Isso não compete a mim", comentou o treinador.


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!