Sportbuzz
Testeira
Futebol / EUROCOPA!

Em jogaço, Itália vence Bélgica e encara Espanha na semifinal da Eurocopa

Itália e Bélgica fizeram um dos melhores jogos da Eurocopa e quem levou a melhor foram os italianos

Redação Publicado em 02/07/2021, às 16h48 - Atualizado às 17h56

Itália e Bélgica fizeram o melhor jogo da Eurocopa - GettyImages
Itália e Bélgica fizeram o melhor jogo da Eurocopa - GettyImages

Nesta sexta-feira, 2, na Allianz Arena, a Itália fez uma grande exibição contra a Bélgica e conseguiu se classificar para as semifinais da Eurocopa, onde enfrenta a Espanha. Numa grande atuação coletiva, o time de Roberto Mancini criou grandes oportunidades, dominou a partida e venceu os rivais belgas por 2 a 1. 

 

COMO FOI O PRIMEIRO TEMPO?

A primeira etapa de Bélgica e Itália foi como todos esperavam: um jogaço. Com propostas bem distintas, os italianos se posicionaram no campo de ataque dos belgas e pressionaram a saída de bola. Se vendo encurralados, os belgas procuraram se defender bem e sair no contra-ataque para achar espaços na forte defesa montada por Roberto Mancini. 

Pegando como um todo, os 45 minutos iniciais foram de amplo domínio da Itália. A equipe parecia incansável e pressionava a Bélgica para conseguir criar oportunidades de gols. Logo de cara, Bonucci abriu o placar, depois de uma cobrança de Insigne, porém o VAR flagrou um impedimento na jogada e anulou. 

Depois desse lance, os belgas buscaram se posicionar melhor no confronto e conseguiu criar duas oportunidades incríveis com Kevin De Bruyne. Na primeira, o meia pegou o rebote da zaga e tentou o chute, mas a finalização desviou no zagueiro rival e saiu pela linha de fundo. Em seguida, o meia puxou o contra-ataque, abriu espaço e soltou uma bomba, mas Donnarumma fez milagre e manteve o 0 a 0. 

Na sequência desse lance, foi a vez de Lukaku fazer o goleiro da Itália trabalhar. O atacante da Bélgica foi lançado na área, dominou e chutou rasteiro no contrapé de Donnarumma, porém o arqueiro se esticou todo e conseguiu fazer uma defesa maravilhosa. 

Após esse lance, só deu a Itália. Aos 26 minutos, Chiesa fez uma grande jogada individual, deixou alguns marcadores para trás e invadiu a área. O atacante cortou para o meio e encheu o pé para tentar marcar. A bola tinha endereço, mas Courtois conseguiu defender, mesmo com um leve desvio no meio do caminho. 

Quatro minutos depois, aos 30, Vertonghen foi sair jogando e cometeu um dos lances mais bizarros dessa Eurocopa. O belga se atrapalhou todo com a bola, Barella aproveitou para roubar ela, deixou três para trás num drible só e encheu o pé para marcar um lindo gol. 1 a 0. 

A Itália continuou pressionando e teve a chance de fazer o segundo gol com Immobile e Chiesa. Os dois atacantes tiveram boas chances, mas não finalizaram bem e Courtois acabou não precisando fazer grandes defesas. 

Mas o melhor ainda estava por vir, nos último cinco minutos do primeiro tempo, Itália e Bélgica balançaram as redes. Aos 42 minutos, Insigne chamou a responsabilidade, puxou a bola da esquerda para o meio e bateu colocado com categoria para fazer 2 a 0 e marcar um golaço na Allianz Arena. 

Praticamente no último lance da etapa inicial, Di Lorenzo derrubou Doku na área e o juiz da partida flagrou uma penalidade. Lukaku chamou a responsabilidade e bateu com categoria para vencer Donnarumma e diminuir a diferença no placar. 2 a 1. 

E O SEGUNDO TEMPO?

O segundo tempo continuou da mesma maneira, a Bélgica seguiu com dificuldades para sair jogando e a Itália tentou ao máximo surpreender os rivais com sua marcação pressão. A equipe de Roberto Mancini se manteve com mais posse de bola, enquanto o time de Roberto Martínez tentou sair em velocidade para pegar a defesa italiana de surpresa. 

Logo no primeiro minuto, Insigne fez uma grande jogada individual, partiu para cima da maracação pela esquerda e tocou para o meio. Chiesa surgiu livre e finalizou de primeira, porém a bola não teve a direção do gol e saiu pela linha de fundo. 

A Bélgica respondeu em grande estilo e numa jogada de contra-ataque perfeita. Doku recuperou a bola no meio de campo, carregou pela esquerda e tocou para De Bruyne. O meia invadiu a área e tocou de primeira para o meio. O cruzamento rasteiro passou por Donnarumma e chegou em Lukaku. O atacante ficou com o gol livre e chutou, mas Spinazzola salvou em cima da linha.

Em resposta a Itália chegou com perigo no campo de ataque em duas oportunidades. Na primeira, Spinazzola apareceu livre na área e foi lançado, porém a bola subiu e o lateral não conseguiu alcançar. Em outra jogada, Insigne cortou para o meio e Courtois defendeu. 

A partida segiu com esse ritmo frenético e a Bélgica quase conseguiu o empate numa grande jogada de Chadli. O atacante levou até a linha de fundo e cruzou, a bola passou por Donnarumma e apareceu limpa para Lukaku cabecear, mas o atacante não alcançou e atrás dele Thorgan Hazard também perdeu o tempo da bola e não finalizou. 

Na parte final da partida, a Bélgica foi para o tudo ou nada e se jogou em direção ao ataque. No entanto, a equipe de Roberto Martínez apresentou dificuldades para passar pela defesa da Itália e quem conseguiu furar esse sistema defensivo foi Doku. Pela esquerda, o atacante fez fila e tentou uma bomba de fora e quase marcou, só não foi gol, pois o chute subiu e saiu pela linha de fundo. 

A Seleção da Bélgica tentou de tudo no final do jogo, mas a Itália soube lidar com a pressão dos rivais e se segurou no campo de defesa. Com o resultado, os italianos conseguiram levar a melhor e avançaram na Eurocopa. 

QUEM AVANÇOU?

Com a vitória, a Itália se classificou para as semifinais da Eurocopa e vai enfrentar a Espanha, que sofreu para eliminar a Suíça nesta sexta-feira, 2. A partida vai ocorrer na próxima terça-feira, 6, no Wembley Stadium, às 16h (horário de Brasília).


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!