Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Futebol / HISTÓRICO!

Ídolo do Internacional, D'Alessandro não segura choro com Argentina

D'Alessandro, ídolo do Internacional, não segurou as lágrimas com a conquista da Argentina na Copa do Mundo e fez muitos elogios para Messi; veja detalhes

Redação Publicado em 19/12/2022, às 10h10

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
D'Alessandro não segurou as lágrimas com a conquista da Argentina na Copa do Mundo - SporTV
D'Alessandro não segurou as lágrimas com a conquista da Argentina na Copa do Mundo - SporTV

Ídolo do Internacional, D'Alessandro caiu no choro com a conquista da Argentina na Copa do Mundo. Ex-jogador e agora comentarista do "SporTV", o craque não segurou as lágrimas ao falar do título conquistado pela seleção albiceleste. O ex-atleta, por sinal, deu uma linda declaração durante o programa "Seleção Catar" e deixou todos ao seu redor emocionados. 

Ainda sem voz devido às comemorações da Argentina, D'Alessandro destacou o sofrimento com a conquista do tricampeonato mundial: "Estou com pouca voz. Sofremos, senão não era Argentina. Vou dar boa noite para a Argentina, meus pais estão assistindo o programa também. A minha família em Porto Alegre, aos meus filhos. Por tudo que a gente viveu, fora de casa, trabalho, satisfação imensa estar com vocês aqui e ter tido a sorte de ir à final".

"Começou mal, mas sempre acreditando, falando sobre futebol, mas com sentimento. Meu país, a Argentina. Feliz por ter vivido isso hoje. Não é coincidência estar no Brasil. É o meu segundo país, minha segunda casa, tenho um filho brasileiro e fui muito respeitado aqui. Agradecimento ao povo brasileiro por ter entendido que sou argentino e por ficarem felizes", seguiu o ídolo do Internacional.

Além do título, D'Alessandro aproveitou para exaltar o craque da Copa do Mundo. Messi recebeu uma série de elogios de todos os veículos, mas o ex-jogador do Internacional ressaltou que o atleta do PSG ultrapassou Pelé e Maradona: "O Messi como um fator essencial. Se tornou o maior jogador da história do nosso futebol, um dos maiores do mundo. E tem que comemorar muito. Isso vai longe".

"Foi sofrido. Mas acrescentando ao que Michel, Dorival e Pedrinho falaram : Argentina fez um primeiro tempo sensacional. Anulou a França. Mais uma vez um treinador argentino surpreende. A gente achou ontem que seria melhor tertrês zagueiros, mas ele viu que talvez ia perder o meio-campo. E controlou bastante o meio e os pontas", continuou D'Alessandro.

Messi
Messi foi exaltado por todos os especialistas após a final da Copa do Mundo do Catar (Crédito: GettyImages)

D' Alessandro ainda finalizou a sua análise com mais elogios para Messi e também para o título da Argentina: "O Dembelé e o Mbappé não conseguiram jogar em alguns momentos. O Di Maria é coadjuvante, mas consegue jogar bem nos dois lados. O Kounde não ia avançar muito, e o Di Maria era a bola de escape da Argentina. Toda hora, o Messi podia dar nele. Foi muito bem pensado pelo treinador. Surpreendeu a todos".


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!