Sportbuzz
Testeira
Futebol / NÃO ERA A HORA!

Hernán Crespo analisa saída repentina de Daniel Alves do São Paulo: "Não foi o momento ideal"

Hernán Crespo tentou se esquivar de polêmicas, mas afirmou ter um problema agora que Daniel Alves não faz mais parte do elenco do São Paulo

Redação Publicado em 13/09/2021, às 08h15

Daniel Alves, agora ex-jogador do São Paulo e ex-comandado de Hernán Crespo - GettyImages
Daniel Alves, agora ex-jogador do São Paulo e ex-comandado de Hernán Crespo - GettyImages

Não tem mais volta, Daniel Alves não faz mais parte do elenco do São Paulo. Porém, se por um lado o clube resolveu parte de suas pendências, por outro acabou deixando Hernán Crespo "na mão" quando falamos de montagem de elenco.

Pela primeira vez, Hernán Crespo comentou a polêmica notícia, neste domingo, 12, depois da derrota do Tricolor para o Fluminense, por 2 a 1, no Brasileirão. Não querendo polemizar ainda mais a situação, o treinador admitiu ter um problema.

"Posso dizer que não foi o momento ideal. Momento que não temos o Igor Vinicius para poder jogar por ali, não tínhamos Orejuela e tivemos que criar uma situação absolutamente nova, que só treinamos uma ou duas vezes, com o Galeano, que fez muito bem", disse o treinador.

"Para mim, simplesmente, a situação é da diretoria. Questões pessoais com o Daniel também, que devem falar entre eles, não quero entrar", contou Crespo.

Já falando sobre o jogo em si, Crespo não quis colocar a culpa na arbitragem, e admitiu que o time do São Paulo não teve uma boa atuação.

"Não falo de arbitragem. Eles podem errar ou acertar, mas tenho o máximo respeito. Tento me preocupar com meu time, que não jogou bem. Podemos fazer as coisas de um jeito melhor", apontou.

O comunicado de saída

Em pronunciamento no início da tarde desta sexta-feira, 10, o São Paulo anunciou que Daniel Alves não jogará mais pelo clube. O comunicado foi feito pelo diretor de futebol Carlos Belmonte, o coordenador Muricy Ramalho e o executivo de futebol Rui Costa.

O dirigente do São Paulo afirmou que lateral-direito não se reapresentou após servir a Seleção Brasileira nas Eliminatórias. Miranda, outro jogador que estava com a delegação comandada pelo técnico Tite, já retomou às atividades do time do Morumbi.

Daniel Alves se recusou a voltar para o São Paulo até que a dívida de cerca de R$ 11 milhões seja paga pelo São Paulo. A diretoria reconheceu o valor devido para o lateral, mas decidiu que o jogador não faz mais parte do elenco Tricolor.

Belmonte afirmou que o técnico Hernán Crespo já foi avisado da decisão.

"Daniel Alves e Miranda estavam servindo a seleção brasileira e deveriam se apresentar hoje para começarem os treinamentos normais visando os próximos jogos. Miranda compareceu, treinou normalmente. Daniel Alves não compareceu. Fomos comunicados pelos representares que o Daniel Alves não retornará ao São Paulo até o ajuste da dívida financeira que o São Paulo tem com o atleta. Dívida essa que o São Paulo reconhece e na última semana fez uma proposta buscando o acerto, que não foi aceita pelos representantes. A negociação seguirá com o departamento jurídico e financeiro. Do ponto de vista do departamento de futebol, nós comunicamos, tomamos a decisão e comunicamos ao Hernán Crespo que Daniel Alves não estará mais a disposição para atuar no time do São Paulo. O São Paulo é mais importante do que todos nós", disse o diretor de futebol no pronunciamento. 


 

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!