Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » COMPLICADO

Após ser detido, Guarín quebra o silêncio e diz que enfrenta uma das "partidas mais difíceis da vida"

Colombiano foi levado pela polícia depois de ser acusado de agredir familiares

Redação Publicado em 05/04/2021, às 06h45

Guarín, jogador do Millonarios
Guarín, jogador do Millonarios - GettyImages

Na última quinta-feira, 1, o volante FredyGuarínfoi detido pela polícia após ser acusado de agredir seus familiares. Três dias depois do caso, o jogador divulgou, neste domingo, 4, um comunicado comentando o acontecido.

O jogador do Millonarios não deu muitos detalhes sobre sua condição, mas disse que enfrenta "Uma dessas partidas difíceis". Além disso, ele agradeceu as mensagens de apoio e reiterou que não tem problemas com a família, que teria feito a denúncia contra ele.

"Em relação às versões que circulam nas redes sociais sobre o ocorrido, é importante ressaltar que as afirmações que apontam negativamente para minha família não são verdadeiras. Só peço um pouco de respeito por eles, principalmente por meus filhos, que não devem arcar com as consequências de minha exposição pública e de minhas ações", disse em um dos trechos.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Fredy Guarin (@fguarin13)

 

O caso

Fredy Guarín, de 34 anos, apareceu em vários vídeos divulgados na internet sendo conduzido pelos policiais na semana passada em aparente estado de embriaguez.

Segundo o diretor da Polícia Nacional, General-de-Brigada Jorge Luis Vargas, Guarín teria agredido os pais.

Além disso, o jogador resistiu à ação policial, foi levado para uma clínica e de acordo com Vargas, fez agressões verbais e físicas contra policiais, médicos e enfermeiros.

Porém, depois o volante se mostrou arrependido do que fez.

"Hoje enfrento na minha vida uma dessas partidas difíceis, mas tenho certeza que com a ajuda de Deus e de cada um de vocês que acreditam em mim e conhecem minhas ações, seremos vitoriosos", contou o jogador.

Ex-Porto, InterdeMilão e SeleçãoColombiana, Guarín deixou o Vasco em setembro do ano passado e está no Millonarios desde dezembro. Ele recebeu mensagens de apoio de ídolos do futebol do seu país, como Valderrama e Asprilla.

Seu clube também afirmou que estará "Ao seu lado para que receba a ajuda profissional que possa tirá-lo desse crítico momento". O volante foi liberado pela polícia e pagou uma multa de cerca de 500 mil pesos colombianos, cerca de R$ 780.

Confira o comunicado divulgado pelo jogador na íntegra:

"Desejo expressar à minha família, amigos, torcedores, colegas e dirigentes de futebol, palavras de eterna gratidão por sua solidariedade e apoio incondicional diante da minha atual situação pessoal e familiar.

Em relação às versões que circulam nas redes sociais sobre o ocorrido, é importante ressaltar que as afirmações que apontam negativamente para minha família não são verdadeiras. Só peço um pouco de respeito por eles, principalmente por meus filhos, que não devem arcar com as consequências de minha exposição pública e de minhas ações.

Hoje enfrento na minha vida uma dessas partidas difíceis, mas tenho certeza que com a ajuda de Deus e de cada um de vocês que acreditam em mim e conhecem minhas ações, seremos vitoriosos.

 

Valorizo imensamente do fundo do coração todas as mensagens de incentivo, que me enchem de esperança de melhorar a cada dia. Vou continuar a trabalhar honestamente de mãos dadas com Deus."


 
 
 
 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!