Sportbuzz
Testeira
Futebol / EITA!

Fabián Bustos se irrita com falta de VAR e sai "feliz" com Santos

Fabián Bustos desabafou sobre a derrota do Santos contra o Banfield e seu principal alvo foi o VAR; confira o que o treinador analisou sobre o jogo

Redação Publicado em 06/04/2022, às 07h34

O Santos enfrentou o Banfield e saiu com uma derrota de 1 a 0 em sua estreia na Sul-Americana - Ivan Storti/Santos FC
O Santos enfrentou o Banfield e saiu com uma derrota de 1 a 0 em sua estreia na Sul-Americana - Ivan Storti/Santos FC

O Santos estreou na Copa Sul-Americana na última terça-feira, 5, e Fabián Bustos não saiu muito feliz com a arbitragem na derrota da sua equipe para o Banfield pelo placar de 1 a 0. Mesmo insatisfeito com a ausência do VAR na primeira parte do torneio, o treinador do Peixe também apontou algumas questões que o deixaram "feliz" com a estreia da equipe no torneio. 

Durante a entrevista coletiva, o que mais Fabián Bustos reclamou foi uma penalidade não marcada em Ricardo Goulart. O técnico do Santos deixou claro que não entende a falta do VAR neste começo da Copa Sul-Americana. De acordo com ele, o árbitro de vídeo poderia ter ajudado o Peixe a sair da Argentina com um resultado mais justo. 

 

CANAL - SPORTBUZZ:

Houve um pênalti claríssimo em uma cabeçada do Goulart. Há que felicitar o Banfield pelo triunfo, mas precisamos da tecnologia urgente, porque se definem situações como essa (...) Que cada lugar possa colocar o VAR, porque é uma ferramenta importante", afirmou. 

Fabián Bustos também aproveitou para avaliar a forma como o Santos jogou durante a partida contra o Banfield. Ele destacou alguns pontos importantes da sua equipe e também em relação ao adversário. Segundo o treinador, a derrota de 1 a 0 para os rivais argentinos foi injusta e um outro placar seria mais condizente com o Peixe. 

Maicon em ação
O Santos apresentou dificuldades contra o Banfield e saiu derrotado (Crédito: Ivan Storti/ Santos FC)

"Se repassar o primeiro tempo, (houve) um gol muito bonito deles por um erro nosso. Foi parelho (o primeiro tempo). O Banfield teve mais posse de bola, mas quando contra-atacávamos, três contra três, causávamos danos. O Banfield foi muito intenso, vertical, mas criou chances em erros nossos. Não foram situações claras", começou explicando.

O gol saiu no fim do primeiro tempo numa jogada em que tentamos afastar e saiu curto. No segundo tempo tivemos algumas chances, e eles conseguiram bolas paradas que nos complicaram. Em linhas gerais foi um jogo parelho, e me pareceu totalmente injusta a derrota", seguiu.

Fabián Bustos ainda finalizou a sua análise sobre a estreia do Santos: "(Estou) Feliz com a estreia, mas amargo pelo resultado. Eles nos machucaram como sabíamos, com segunda bola e pressão alta. Era a única forma que poderiam fazer. Temos de felicitar o Banfield (pelo lance do gol). O gol não saiu em um bom momento, acabando o primeiro tempo, em um jogo bem parelho"

"Começamos com uma derrota como visitantes na Argentina, mas vamos jogar em casa e temos de somar pontos. Vamos (pensar) partida a partida, tratar de buscar os resultados. A Sul-Americana é parelha e, diferente da Libertadores, só passa um, mas Banfield, Católica e Calera vão precisar de resultados, como nós", completou.

O Santos volta a campo pela Copa Sul-Americana no próximo dia 13, às 19h15 (Horário de Brasília), para enfrentar o Universidad Católica, na Vila Belmiro. Mas antes, o Peixe estreia no Brasileirão neste sábado, 9, às 16h30, contra o Fluminense, no estádio do Maracanã. 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!