Sportbuzz
Testeira
Futebol / EITA!

Dirigente do Bayern dispara contra PSG e Manchester City: "Dinheiro de m**** de vocês não importa"

Presidente de honra do Bayern de Munique criticou os dois clubes, que são controlados por fundos de investimentos do Oriente Médio, ainda que o time de Munique receba patrocínios de empresas do Catar

Redação Publicado em 12/11/2021, às 11h52

Uli Hoeness, presidente de honra do Bayern - GettyImages
Uli Hoeness, presidente de honra do Bayern - GettyImages

Situação complicada! O presidente de honra do Bayern de Munique, Uli Hoeness fez duras críticas aos times que estão sendo considerados como os "novos ricos" do futebol europeu, como PSG e Manchester City. Apesar de fazer um geral, as falas mais duras foram direcionadas para a equipe parisiense, que recentemente montou um elenco de peso.

"O dinheiro de merda de vocês não importa. Isso não é suficiente. Al-Khelaifi (Nasser, presidente do PSG) é o novo Hoeness? Não, não acho isso. Nem sei se (ele) gosta de futebol. A diferença dele para mim? Eu trabalhei duro para ganhar o meu dinheiro e ele recebeu como um presente", disparou Uli Hoeness, que foi presidente do Bayern entre 2009 e 2019, em entrevista ao podcast "11 Leben".

"Até agora estes dois clubes não ganharam nada. Eles vão perder para nós de novo. Nem sempre, mas de vez em quando. Esse deveria ser o nosso objetivo. E quando os derrotamos, isso me deixa muito feliz", completou Uli Hoeness, que se referiu a vitória do Bayern sobre o PSG na decisão da Champions League da temporada 2019/2020.

No entanto, ainda que não seja controlado por fundos de investimentos de países árabes como no caso de Manchester City e PSG, o Bayern de Munique recebe uma quantia considerável de patrocínio da Qatar Airways, que é uma empresa ligada justamente ao governo do Catar, que tem ligação com a equipe de Paris.

Além disso, o clube bávaro faz desde 2011, uma intertemporada no país do Golfo Pérsico.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!