Sportbuzz
Testeira
Futebol / COPA DO BRASIL!

Cruzeiro toma sufoco do Remo e é derrotado na Copa do Brasil

Cruzeiro até conseguiu abrir o placar para aliviar a pressão, mas o Remo conseguiu se sair melhor no segundo tempo e levou a vitória na Copa do Brasil

Redação Publicado em 19/04/2022, às 23h25

Cruzeiro reunido dentro de campo antes do início da partida - Staff Images/Cruzeiro/Flickr
Cruzeiro reunido dentro de campo antes do início da partida - Staff Images/Cruzeiro/Flickr

O Cruzeiro visitou o Remo na noite desta terça-feira, 19, no estádio Baenão, em partida válida pela terceira fase da Copa do Brasil. Na condição de campeão da Copa Verde no ano passado, a equipe da casa fez sua estreia na competição nacional diante dos mineiros, já que não participou das duas primeiras fases do torneio.

Do outro lado, o Cruzeiro, maior campeão da Copa do Brasil, com seis taças conquistadas, está disputando a competição desde o início da edição. A equipe estreou com goleada diante do Sergipe, por 5 a 0, e superou também o Tuntum, do Maranhão, com uma vitória por 3 a 0. Nesta noite chegou em seu primeiro confronto com duelos de ida e volta.

Canal - SportBuzz

O jogo

Primeiro tempo

A partida começou com uma investida do Cruzeiro logo no primeiro minuto de jogo, com um lançamento longo. João Paulo encontrou Jajá em profundidade, mas o goleirão deixou a área e de um bico na bola para afastar o perigo. Na sequência, Ricardo Luz foi acionado em velocidade na direita, ele chegou à linha de fundo e quase conseguiu encobrir Rafael Cabral. 

Aos sete, Bruno Alves recebeu a bola pela direita, avançou em velocidade, mas cruzou forte demais, a bola passou todo mundo e saiu direto pela linha de fundo. Depois, Jajá deu uma boa enfiada para Rafael Santos, que chegou à linha de fundo pela esquerda, mas mandou ela direto pela linha lateral, no lado oposto.

Cruzeiro em campo na partida da Copa do Brasil
Cruzeiro em campo na partida da Copa do Brasil (Crédito: Staff Images/Cruzeiro/Flickr)

 

Com 10, Brenner foi lançado na esquerda, esperou a chegada dos companheiros e tocou na entrada da área para Paulinho Curuá, que dominou e finalizou forte, mas viu a bola explodir em Zé Ivaldo. Três minutos depois, Leonan recebeu na esquerda e cruzou no meio da área. Brenner se posicionou bem e finalizou de cabeça, mas o goleiro cruzeirense segurou firme.

No lance seguinte, depois de um cruzamento fechado, Rafael Cabral socou mal, a zaga também não conseguiu tirar dali. Uchoa pegou o rebote e finalizou muito rente à trave direita do gol cruzeirense. Dois minutos depois, Zé Ivaldo lançou Jajá, que se movimentou nas costas de Ricardo Luz e entrou livre na área, mas com a bandeira levantada pelo assistente.

Aos 24, o Remo chegou de pé em pé, inverteu a jogada na entrada da área, e Ricardo Luz chegou pegando de primeira, firme. A bola desviou em Rafael Santos e levou perigo. O juiz não viu o toque no cruzeirense e marcou apenas o tiro de meta. Na sequência, Rafael Santos arriscou para o gol, mas mandou à esquerda de Vinícius, que acompanhou a saída sem sustos.

No lance seguinte, João Paulo recebeu uma grande bola longa na esquerda, gingou bem sobre o marcador e cruzou para trás, em busca de Rodolfo, mas Daniel Felipe afastou. Ainda, Oliveira recebeu a bola, caminhou com liberdade pelo meio e arriscou da intermediária. O chute saiu com certa força, no cantinho, mas Vinícius caiu e não deu o rebote.

Com 34, Brenner recebeu na entrada da área e lançou Bruno Alves pela direita. Ele chegou cruzando rasteiro, na segunda trave, em busca de Fernandinho. O atacante só não arrematou porque se deparou com um excelente corte de Rômulo. Após a jogada ensaiada do Remo em escanteio pela esquerda, Leonan recebeu e cruzou na segunda trave. Brenner subiiu mais que todo mundo e cabeceou com muito perigo.

Fim do primeiro tempo!

Segundo tempo

Na volta do intervalo, logo aos dois minutos Jajá recebeu a bola pela direita, costurou a defesa do Remo, invadiu a área e caiu depois da dividida com Daniel Felipe. O árbitro marcou pênalti para o Cruzeiro, quando João Paulo partiu com calma para a bola, bateu a meia altura, mas o goleiro do Remo espalmou e conseguiu fazer a defesa.

Aos 20 minutos, o Cruzeiro chegou jogando de pé em pé, mais uma vez. Daniel recebeu na esquerda e cruzou rasteiro, na medida para Rodolfo, que deslizou no gramado e mandou para as redes. Cinco minutos depois, Marlon cobrou a falta em direção ao gol, pela direita, e Willian Oliveira desviou ela contra o próprio patrimônio.

Com 32, gol do Remo! Marlon foi para a cobrança de falta. Anderson Uchoa desviou a bola de cabeça, Daniel Felipe também tocou de cabeça na bola e virou o placar. Apesar de estar na frente no marcador, a equipe da casa não diminuiu o ritmo e seguiu pressionando a equipe mineira em busca de mais um triunfo antes do fim do jogo.

Aos 40, Marcelinho recebeu na ponta direita, limpou para o meio e finalizou firme de esquerda, para uma ótima defesa de Vinícius. Na sequência, João Paulo recebeu a bola escorada de Marcelinho com liberdade, mas mandou a bola na arquibancada. Depois, Vanilson recebeu com liberdade na entrada da área, pela direita, e finalizou muito firme, para a defesa de Rafael Cabral.

Fim de jogo!


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!