Sportbuzz
Testeira
Futebol / Copa São Paulo

Cruzeiro bate a Itapirense e se classifica com 3 vitórias nos 3 jogos!

Mesmo com a classificação já garantida, o Cruzeiro não perdoou a Itapirense e venceu mais uma na fase de Grupos da Copa São Paulo de Futebol Jr, por 3 a 0

Redação Publicado em 11/01/2022, às 12h00

Cruzeiro vence Itapirense e garante 100% de aproveitamento - Transmissão / SporTV
Cruzeiro vence Itapirense e garante 100% de aproveitamento - Transmissão / SporTV

A Itapirense enfrentou o Cruzeiro já sabendo que precisava vencer para garantir a classificação, sabendo do resultado entre Retrô e Palmas (já sendo eliminado). O Grupo 20 tem o Cruzeiro com 9 pontos em primeiro, o Retrô com 4 pontos, Itapirense com 2 pontos e o Palmas com 1 ponto.

Escalações

Itapirense: Maranhão; Braian, Julio Cesar, Mikael, Fabio Almeida; Marcos, Matheus, Jhonathan; Anderson, Bahia, Talisson.  

Cruzeiro: Denyvis; Riquelmy, Alisson, Weverton, Edgar; Bolívia, Vitinho, Henrique; Paulinho, Queiroz, Daniel.

Canal - SportBuzz

O jogo

A Itapirense, sabendo do resultado, partiu para cima já na saída de jogo, com 5 jogadores tocando a bola em busca do primeiro gol, sendo barrados pela defesa! A primeira chance saiu antes dos 10', mas para o Cruzeiro, que teve um chute de esquerda defendido pelo goleiro da Itapirense.

O início de jogo da Itapirense foi regido pelo desespero, intensidade e jogadas explosivas, minando a defesa mineira e se aproveitando das bolas roubadas e contra ataques. O início dos donos da casa foi melhor, se mostrando uma equipe minimamente organizada, bem treinada, com coração e vontade de se classificar! 

Do lado da Raposa, o goleiro Denivys tem se mostrado muito seguro e maduro, pedindo passagem principalmente após a saída (forçada) de Fábio. Uma de suas principais defesas foi no chute de Talisson aos 20'. Mesmo com a classificação já garantida, o Cruzeiro foi ao ataque e buscou o resultado.

Mesmo assim, a Itapirense foi melhor na primeira etapa criando boas jogadas, principalmente com o talentoso Talisson, joia da Itapirense, que se provou muito habilidoso e ousado. O atacante foi o principal desafogo da equipe que precisava se classificar, quebrando as linhas de defesa com jogadas individuais e dribles desconcertantes. 

Uma bela chance criada pela Vermelhinha veio em uma bela cobrança de falta, que passou raspando a trave esquerda do goleiro Denivys. No final da primeira etapa, a chuva apertou e a intensidade da Itapirense também, que dos 30 minutos em diante ditaram o ritmo e marcaram presença do ataque!

Resumindo, o primeiro tempo foi dominado pela anfitriã Itapirense, que buscou o resultado durante todo o período inicial mas foi parado por grandes defesas do jovem goleiro Denivys, que busca chamar a atenção do novo dono do clube, Ronaldo Fenômeno, e desceu do time profissional para disputar a Copa SP. 

No segundo tempo, a partida deu uma boa equilibrada, mas a Itapirense seguiu se aproveitando dos contra ataques e das cobranças de bola parada, buscando com intensidade o gol. Mesmo assim, a missão de furar o gol de Denivys, que ainda não sofreu gols nessa Copa SP, é duramente difícil.

O Cruzeiro, que não tem nada a ver com isso, abriu o placar com um gol de escanteio, marcado por Paulinho em um belo cabeceio, aos 19 minutos do segundo tempo. Jogar com a equipe reserva foi o suficiente para a Raposa garantir o 100% de aproveitamento na fase inicial. 

O Cruzeiro ainda ampliou a vantagem com Daniel, que recebeu na área e aproveitou a falha da defesa da Itapirense, não desistindo da jogada e guardando mais um gol do Cabuloso na Copinha, liquidando as chances de classificação dos anfitriões, que tinham apenas a vitória como opção para essa partida. 

Aos 45 minutos do segundo tempo, o camisa 15, Matheus, da Itapirense, foi expulso após levar o segundo cartão amarelo e terminou de vez com as chances de classificação de sua equipe. Mesmo assim, vimos a coragem da Itapirense, não desistindo em momento algum e merecendo elogios pela performance intensa! 

Ronaldo fala sobre assuntos do Cruzeiro - Créditos/Getty Images

 

Aos 48, ainda deu tempo do Cruzeiro marcar seu terceiro gol, na infelicidade de Mikael, da Itapirense, que marcou um gol contra após um belo contra ataque do clube mineiro e uma bola cruzada na área por Paulinho, desviando de carrinho para a própria meta, fechando o caixão em Itapira.

O Cruzeiro se mostrou ser a equipe superior e garantiu a classificação com 100% de aproveitamento, mesmo com o time reserva, vencendo por 5 a 0 o Palmas na estreia, 2 a 0 contra o Retrô na segunda partida e agora batendo a Itapirense, sem tomar gols na fase inicial.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!