Sportbuzz
Testeira
Futebol / ESCOLHAS!

Crespo justifica não utilização de Benítez na eliminação do São Paulo na Libertadores: "Não estava bem"

Crespo foi questionado pelos torcedores do São Paulo pelo motivo pelo qual não colocou Benítez para jogar na Libertadores

Redação Publicado em 18/08/2021, às 09h01

Crespo, treinador do São Paulo, justifica não utilização de Benítez na Libertadores - GettyImages
Crespo, treinador do São Paulo, justifica não utilização de Benítez na Libertadores - GettyImages

Na noite desta terça-feira, 17, o São Paulo acabou sendo eliminado da Libertadores depois de perder por 3 a 0 para o Palmeiras. Durante a partida, os torcedores questionaram o motivo pelo qual Hernán Crespo não colocou Benítez, o meia criativo, para jogar, e reverter o placar.

Para se ter uma ideia, Benítez não entrou em campo um minuto sequer nas duas partidas de quartas de final, e além disso, durante o primeiro tempo, o jogador foi para o vestiário do São Paulo aos 35 minutos de partida, e não voltou.

Na coletiva de imprensa realizada na terça, ainda no estádio do Palmeiras, Hernán Crespo justificou a ausência do jogador, e explicou ao torcedor também sobre a situação física de Reinaldo, que também não esteve em campo na eliminação.

"Infelizmente (Benítez) não estava bem fisicamente há 3, 4 dias, claramente não falamos e não comunicamos, mas ele não podia jogar", apontou Crespo.

"O Reinaldo a comissão técnica acreditava que Rojas com Sara podíamos jogar como ala, mas tudo aquilo que eu possa falar nesse momento claramente não aconteceu", explicou sobre a situação de Reinaldo.

"Respeito as perguntas e a terceira pergunta sobre Reinaldo, acredito que é um grande jogador e já expliquei pelo motivo que não jogou. Talvez eu tenha errado e depois de uma derrota não há nada que eu possa falar pra acalmar a dor e tristeza que temos", finalizou o treinador.

O jogo

Na noite desta terça-feira, 17, Palmeiras e São Paulo se enfrentaram na partida de volta das quartas de final da Libertadores. Após o empate em 1 a 1 no jogo de ida, as equipes lutavam pela vitória para garantir vaga na semifinal.

E quem levou a melhor foi o Verdão. Com as melhores chances criadas ao longo de todo o confronto, o Palmeiras fez valer o fator casa para atropelar o São Paulo pelo placar de 3 a 0 e garantir vaga na semifinal da Libertadores.

Primeiro tempo

No primeiro tempo, o Palmeiras logo imprimiu forte ritmo e criou boas oportunidades. Aos quatro minutos, Wesley finalizou e parou na defesa do goleiro. Aos oito, Rafael tentou, mas o chute saiu fraco e parou nas mãos de Tiago Volpi.

Após tanta insistência, os donos da casa abriram o placar. Aos dez minutos, Zé Rafael avançou em contra-ataque e passou no capricho para Raphael Veiga, que bateu firme e deixou o dele. 1 a 0. Com dificuldades, o São Paulo respondeu aos 13. Rodrigo Nestor tirou tinta do travessão.

Apesar das poucas chances claras de gol, o Palmeiras continuou melhor. Antes da reta final do primeiro tempo, Rony e Dudu tiveram boas oportunidades, mas pararam na marcação. Aos 38, Gabriel Sara chegou pelo Tricolor e levou perigo.

Já nos minutos finais, o Verdão voltou a imprimir forte ritmo contra o São Paulo. Aos 39 minutos, Rony aproveitou cruzamento da esquerda e viu Tiago Volpi fazer grande defesa. Aos 45, Raphael Veiga arriscou e tirou tinta da trave. Intervalo!

Segundo tempo

No segundo tempo, o São Paulo voltou mais ofensivo, já que precisava do empate para levar a decisão aos pênaltis. Antes do primeiro minuto, Rodrigo Nestor ficou com a sobra da defesa e levou perigo à meta rival.

Com a vantagem no placar, o Palmeiras buscou se defender para arrancar no contra-ataque. Porém, as chances eram escassas. Além disso, a pressão do rival aumentou. Aos 11, Pablo recebeu lindo passe de Rigoni e ficou na cara do gol para isolar a finalização. Que isso, meu filho?

Aos 15, Raphael Veiga deu a resposta em cobrança de falta. Em chute forte, o meia tirou tinta do travessão. Aos 19, o jogador teve mais uma boa chance, mas não encontrou ninguém para dar o passe dentro da área.

Depois de tanto tentar, o Palmeiras voltou a balançar as redes. Aos 21, Tiago Volpi fez grande defesa em chute de Wesley. No rebote, Dudu ficou com a sobra após tabela entre Rony e Danilo e deixou o dele contra o rival. 2 a 0.

Perdido no jogo, o São Paulo pouco criou chances para buscar o empate. Aos 27, Dudu teve mais uma oportunidade e parou na defesa de Tiago Volpi. No lance seguinte, Igor Gomes respondeu e levou perigo. Porém, a noite era dos donos da casa.

Aos 32, Patrick de Paula ficou com a sobra na entrada da área e mandou uma bomba para o fundo das redes. 3 a 0. Aos 35, Vitor Bueno tentou descontar, mas a finalização foi para fora. Aos 36, o camisa 12 deu dura entrada em Gustavo Gómez e foi expulso. 3 a 0. Fim de papo!


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!