Sportbuzz
Testeira
Futebol / EXCLUSIVA!

Corinthians: Pablo detalha "selfie de Romero" contra Palmeiras e título do Brasileirão

Em entrevista exclusiva para o SportBuzz, Pablo comentou sobre o título de 2017 do Brasileirão e a polêmica selfie de Romero contra o Palmeiras

Redação Publicado em 17/11/2021, às 13h00 - Atualizado às 13h57

Pablo relembra passagem pelo Corinthians em 2017 - GettyImages
Pablo relembra passagem pelo Corinthians em 2017 - GettyImages

O último título brasileiro do Corinthians foi um dos mais inesquecíveis para o torcedor alvinegro. De "quarta força" para uma das maiores invencibilidades da história do Brasileirão, aquele elenco do Timão ainda deixa saudades na torcida. Um dos mais queridos é Pablo, que fez dupla ao lado de Balbuena e foi fundamental para a conquista daquele campeonato de 2017. 

Em entrevista exclusiva ao SportBuzz, o zagueiro relembrou a campanha do Corinthians naquela edição do Brasileirão e também a polêmica foto de Romero num clássico decisivo contra o Palmeiras. Mas antes de chegar nesse fatídico dia para a torcida do Timão, Pablo contou como foi que recebeu a oferta do clube alvinegro e revelou a participação de Andrés Sánchez. 

 

"Cara, eu sou corintiano desde pequeno, mas também sou profissional. No meio do futebol, nós temos várias oportunidades que vão e passam e não tem mais. Então, eu não posso, mesmo sendo corintiano, não deixar de escutar propostas de outros times onde o time que eu desejaria jogar não tem interesse, por exemplo", começou. Porém a oferta do Corinthians chegou e Pablo aceitou na hora.

"Sou corintiano desde pequeno e na forma como eu tava no Bordeaux, eu tava pensando em jogar no Brasil e eu queria voltar pra eu poder jogar e quando vejo tem essa oportunidade. Quem me ligou na época foi o Andrés, Eu tava com a minha família no zoológico e quando meu telefone toca, número do Brasil, quando eu vi o Andrés me ligando e falando: “bora, meu filho. Vamos, vamos. Estou te esperando aqui”. Acho que um mês depois, mais ou menos, e eu cheguei no Brasil como jogador do Corinthians"

Após desembarcar no Brasil, Pablo chegou num Corinthians desacreditado para a temporada de 2017 e encontrou um Carille iniciando sua carreira como treinador profissional. Além disso, via o Timão ser chamado de "quarta força" pela imprensa e o zagueiro revelou que as declarações impulsionaram a equipe alvinegra. 

"Eu acredito que isso foi um combustível pra gente. Isso foi muito positivo para que a gente mostrasse realmente o nosso valor. Com isso, os caras deram uma força a mais. Então a gente utilizou isso como combustível e foi nítido. Parecia que quanto mais jogos a gente fazia, mais jogos a gente ganhava. Era um time que poucos acreditavam. Ninguém acreditava, era pra lutar por rebaixamento, era isso aí que era a conversa naquela época, mas a gente se uniu", explicou.

"Cara, é tão engraçado que eu até hoje eu converso com o Gabriel, quando a gente a gente tá junto, que a gente naquela época já sabia que ia vencer, era incrível. Confiávamos na forma como jogávamos, a confiança era tão grande que a gente já sabia que a gente ia vencer, que a gente não ia perder, a gente ia sofrer o jogo, mas um contra-ataque, uma jogada a gente ia fazer o gol e era certo isso", continuou.

De acordo com Pablo, uma das pessoas mais importantes para a grande sequência do Corinthians no Brasileirão de 2017 foi Carille. O zagueiro revelou que o elenco comprou a ideia do treinador e que ambos possuem uma forte relação até os dias de hoje. 

"O Carille teve uma porcentagem muito grande de tudo isso. Eu acho que que o atleta ele pega a confiança quando vê o resultado, então o que que aconteceu foi que começou a mostrar o trabalho dele pros novos atletas daquela época e a gente viu que ia dar resultado. Então a gente abraçou a causa. A gente abraçou o estilo de jogo que ele implementou naquela época e nos unimos. Em tudo que a gente já fazia, colocávamos força e concentração. A mentalidade do nosso time era muito forte também. A gente não se abatia com pouca coisa dentro do jogo ou coisas foras. A gente era um time muito forte mentalmente. Então com o Carille foi muito bom porque ele parecia que entendia como que o time tinha que jogar, as peças que ele tinha, deu muito certo e eu tenho uma gratidão enorme".

Muitos apontam que a virada do Corinthians na temporada de 2017 foi ainda no Paulistão, quando o Timão recebeu o Palmeiras e venceu os rivais por 1 a 0. Na oportunidade, o Verdão era apontado como favoritos, tinha um jogador a mais com uma expulsão errada do árbitro e, mesmo assim, o clube de Parque São Jorge saiu vitorioso com um gol de Jô. 

"Esse jogo teve muita coisa né, cara? A gente estava com um jogador a menos, o juiz expulsou o jogador errado e todo mundo falando pra ele e parecia que ele não queria enxergar. A gente levou uma pressão doida do Palmeiras e o Jô, naquela época ainda não era titular, entrou no segundo tempo, no lugar do Kazim. Aí o Arana dá um chutão pra cima, o Maicon acredita nesse chutão, pressiona o Guerra e o Jô sozinho do outro lado. Caixa, um a zero. Então, nesse jogo gerou essa mudança, a gente falou ``pô cara, dá para sonhar mais”. Os caras “tão tentando derrubar a gente e isso aí vai fazer a gente crescer”, então eu acredito que a gente teve muitas coisas dentro do Campeonato Paulista, Campeonato Brasileiro que nos deram mais força, mais motivação pra gente".

Um dos jogos contra o Palmeiras que também foi importante aconteceu na reta final do Brasileirão e Pablo lembra bem da partida:"O jogo do brasileiro, no final do Campeonato Brasileiro, que o Palmeiras se ganhasse ficava só três pontos da gente, a gente ganhou de três a dois, da selfie da da famosa do Romero. Esse jogo também teve a torcida, um dia antes do jogo, 42 mil torcedores no treino, foi muita coisa assim positiva, sabe?".

Nessa partida, num dos gols do Timão, o Romero foi para a torcida e tirou uma selfie. Essa é comentada até hoje pelo zagueiro, que contou os bastidores da foto: "A selfie do Romero depois que eu fui saber ele já tinha combinado com o Daniel que é o fotógrafo do Corinthians. Alguns jogos antes daquilo, ele ainda não tinha marcado e o gol dele, por incrível que pareça, o destino colocou ele no jogo contra o Palmeiras, um jogo super importante, onde ele conseguiu tirar aquela foto no jogo com o Palmeiras e recebo ela no meu Instagram até hoje pra lembrar desse clássico".


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!