Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » NÃO CONCORDOU!

Após ser escolhida para a Seleção da Temporada, Megan Rapinoe critica decisão da Fifa: "Não jogo desde março"

Jogadora não entrou em campo porque estava se recuperando de uma lesão no joelho

Redação Publicado em 17/12/2020, às 19h00

Após ser escolhida para a Seleção da Temporada, Megan Rapinoe critica decisão da Fifa
Após ser escolhida para a Seleção da Temporada, Megan Rapinoe critica decisão da Fifa - GettyImages

Durante a premiação de Melhor do Mundo, prêmio oferecido ela Fifa aos melhores da categoria, Megan Rapinoe foi escolhida para integrar a seleção do ano da entidade.

A jogadora, eleita melhor do mundo na temporada 2018/2019, utilizou suas redes sociais para deixar sua opinião sobre a própria presença. Apesar de feliz, ela questionou a indicação por estar sem jogar desde março, por conta de uma lesão no joelho.

"Obviamente, estou muito honrada por ter sido reconhecida por meus colegas ao redor do mundo que votaram no FifPro World11. Ao mesmo tempo, foi uma surpresa para mim ter atendido aos critérios de seleção, já que não participei de uma partida desde março", disse antes de completar.

"Temos tantas jogadoras fenomenais ao redor do mundo e todas nós precisamos fazer o que pudermos reconhecê-las. O fato de eu ter sido selecionada mais uma vez lança luz sobre o fato de que, para impulsionar nosso jogo, precisamos continuar a investir no futebol feminino para dar a mais jogadoras a oportunidade de serem vistas na TV", concluiu.

Ainda durante a postagem, Megan Rapinoe falou sobre o objetivo de voltar a jogar em 2021 e parabenizou todas as colegas premiadas durante a cerimônia do The Best.

"O futuro do nosso jogo é tão brilhante, o potencial é ilimitado e nosso compromisso em levá-lo adiante de todos os ângulos possíveis tem que corresponder a isso. Mais uma vez, sinto-me honrada e lisonjeada por ter sido reconhecida por meus colegas por esta homenagem e estou ansiosa para voltar a trabalhar em 2021. Parabéns a toda mulher incrível selecionada no The Best. Este é mais um ano inovador no futebol feminino. Boas festas, saúde e felicidade a todos", finalizou.

Lucy Bronze, lateral do Manchester City, foi eleita a melhor jogadora do mundo. Ela, que defendeu o Lyon até agosto, venceu a dinamarquesa Pernille Harder, ex-Wolfsburg e que está no Chelsea, e a zagueira francesa Wendie Renard, do Lyon.

Sarah Bouhaddi, do Lyon, foi eleita a melhor goleira do ano. Entre as treinadoras, SarinaWiegman, da Seleção Holandesa faturou o prêmio.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!