Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Tênis / EITA!

Wimbledon: Djokovic abre o jogo sobre Kyrgios e disputa no US Open

Após vencer Wimbledon, Djokovic foi sincero sobre seu rival na última etapa da competição e projetou as chances de participar do US Open na temporada

Redação Publicado em 11/07/2022, às 11h34

Djokovic e Kyrgios na final de Wimbledon - Getty Images
Djokovic e Kyrgios na final de Wimbledon - Getty Images

Novak Djokovic, após conquistar mais um troféu em Wimbledon, falou sobre Nick Kyrgios, seu adversário na final do torneio. Após faturar o quarto título consecutivo pelo Grand Slam britânico, o sérvio não poupou elogios ao australiano, que avançou as finais após desistência de Rafael Nadal devido a uma lesão no abdômen.

"Nunca pensei que ia falar bem de você, mas tenho certeza que você voltará para uma final de Grand Slam. Já oficialmente temos um romance. É o início de um lindo relacionamento de amizade. Ele tem um dos melhores serviços porque é muito difícil de ler", destacou Djokovic, que derrotou Kyrgios por 3 sets a 1.

CANAL - SPORTBUZZ:

A respeito de sua participação no US Open, o atleta de 35 anos ressaltou que espera por “boas notícias”. Novak está impossibilitado de integrar o Grande Aberto norte-americano enquanto não se vacinar contra a Covid-19; o detentor de 21 Grand Slams também expôs a público o seu status de imunização contra o vírus:

A partir de amanhã (segunda-feira, 11) estarei de férias e espero ter boas notícias dos Estados Unidos. Se eu não puder jogar o US Open, tenho que ver o que faço. Pode ser a Copa Davis, a Laver Cup. Não vou jogar torneios para jogá-los nem para marcar pontos. Não estou vacinado, nem pretendo ser vacinado. Pedir isenção médica não é realista".
Djokovic e Kyrgios em Wimbledon
Djokovic e Kyrgios em Wimbledon (Créditos: Getty Images)

Quando questionado sobre seus próximos passos na carreira, foi categórico. "Não tenho pressa para continuar a ganhar, o que quero é manter-me saudável para ter as minhas opções no futuro. O que aconteceu na Austrália criou uma tempestade dentro de mim e tem sido difícil para mim sair”, pontuou o tenista.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!