Sportbuzz
Testeira
Futebol / BOLADA!

Entenda porque a diretoria do São Paulo insiste na permanência de Hernán Crespo!

Crespo tem multa rescisória superior a R$ 4 milhões no São Paulo, mas situação melhora em 2022

Redação Publicado em 05/10/2021, às 18h08 - Atualizado às 18h18

Hernán Crespo tem multa rescisória superior a R$ 4 milhões no São Paulo - Getty Images
Hernán Crespo tem multa rescisória superior a R$ 4 milhões no São Paulo - Getty Images

Hernán Crespo tem vivido um momento de muita pressão no São Paulo. Após um início de trabalho arrasador, coroado com o título do Campeonato Paulista (que não vinha há 16 anos), a equipe não manteve os bons resultados que vinha apresentando e acabou eliminada da Libertadores, da Copa do Brasil e brigando na parte de baixo da tabela do Brasileirão.

O Tricolor Paulista é apenas o 13º colocado da competição, com 28 pontos, e vem de uma sequência de maus resultados, como o empate com a lanterna Chapecoense na última rodada, o que tem feito muitos torcedores pedirem a demissão do técnico argentino.

 

 

No entanto, existe um problema muito grande que faz com que o clube opte pela permanência do treinador, pelo menos até o final da temporada.

No contrato firmado com Hernán Crespo existe uma multa no valor de 750 mil dólares (R$ 4,1 milhões na cotação atual) em caso de rescisão por parte do clube. Porém, esse valor é válido apenas até o final de 2021. Para 2022, o valor cai para 500 mil dólares (cerca de R$ 2,7 milhões), e assim permanece até o fim do vínculo, em dezembro de 2022.

Por conta dos altos valores, o São Paulo, que vive uma grande crise financeira, tem adotado cautela na decisão de demitir o comandante antes do término do vínculo. Até porque o clube já terá muitos gastos para a próxima temporada, com os acordos feitos com Daniel Alves e Hernanes, além de começar a pagar pela contratação de Rigoni em definitivo e o aumento salarial de Calleri (que aceitou receber menos até o fim deste ano).

Assim, Crespo esteve próximo de ser demitido após o empate com a Chape, mas com todas essas circunstâncias, a diretoria optou pela permanência do treinador. Entretanto, um tropeço contra o Santos no clássico de quinta-feira, 7, pode deixar a situação insustentável.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!