Sportbuzz
Testeira
Futebol / POLÍCIA!

Ramon, lateral do Flamengo, é indiciado após atropelar ciclista!

Cria da base do Flamengo, Ramon vai ter que responder pelo atropelamento do entregador de aplicativo na cidade do Rio de Janeiro

Redação Publicado em 27/12/2021, às 21h21

Ramon é cria da base do Flamengo - Alexandre Vidal / Flamengo / Flickr
Ramon é cria da base do Flamengo - Alexandre Vidal / Flamengo / Flickr

Nesta segunda-feira, 27, o lateral Ramon (20) foi indiciado pelo homicídio culposo do ciclista Jonatas Davi dos Santos. Após atropelar e matar o entregador de aplicativo, o jogador do Flamengo viu a Polícia Civil definir o caso como ‘sem intenção de matar’. Mesmo assim, o atleta vai responder pelo acidente.

De acordo com as informações divulgadas pelo site “GE”, a Polícia Civil já encaminhou o relatório do caso de homicídio culposo contra Ramon ao Ministério Público do Rio de Janeiro. Na visão dos investigadores, o lateral do Flamengo errou ao dirigir acima da velocidade permitida para a via do acidente.

Vale destacar que Ramon levou uma multa minutos antes do acidente que vitimou Jonatas Davi dos Santos por conta da velocidade mais alta do que o permitido. Assim, o jogador do Flamengo acabou sendo indiciado pelo homicídio culposo – que é quando não se tem a intenção de matar - do ciclista.

Ainda segundo a publicação, a Polícia Civil também reconheceu que o ciclista acabou sendo “imprudente” no momento do acidente por ter cruzado a pista. No relatório do caso, os investigadores definiram que Jonatas Davi dos Santos deveria ter permanecido perto da borda da pista para evitar qualquer contato com os carros.

Ramon, do Flamengo, foi indiciado pela Polícia Civil (Crédito: GettyImages)

 

O ACIDENTE!

O lateral-esquerdo Ramon, do Flamengo, se envolveu em acidente com vítima fatal no último dia 4, na Avenida das Américas, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. O jogador atropelou um ciclista, que foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital. Jonatas Davi dos Santos tinha 30 anos.

De acordo com a publicação do portal "UOL", Ramon prestou atendimento à vítima e chamou a ambulância para Jonatas, um ciclista entregador de aplicativo. Ele foi encaminhado para a 16ª Delegacia de Polícia, na Barra da Tijuca, para prestar depoimento e foi liberado em seguida. Além disso, o lateral do Flamengo divulgou nota oficial.

VEJA A NOTA OFICIAL!

Primeiramente preciso lamentar o trágico acidente no qual me envolvi na noite do último sábado (04), na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Acidente este que acabou vitimando o sr. Jônatas Davi dos Santos.

Reafirmo o respeito às leis de trânsito e ressalto que estava dentro da velocidade permitida, quando fui surpreendido por Jônatas, que estava em uma bicicleta. Reforço que, logo após o acidente, acionei o socorro e permaneci no local prestando todo o auxílio e informações às autoridades. Em depoimento na 16ª Delegacia de Polícia, na Barra da Tijuca, me coloquei à disposição para colaborar com as investigações do caso.

Nesse momento de dor e sofrimento para todos os envolvidos, estou buscando forças para auxiliar em tudo o que for necessário a família da vítima. Estamos em contato com a família do Jônatas para dar o suporte necessário e colaborar com possíveis despesas do sepultamento. É um momento de muita tristeza e comoção, mas também é um momento de respeito e amor ao próximo. Vamos passar por isso juntos”.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!