Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Futebol / BRASIL

Punição por casos de racismo será debatida pelo Conselho Técnico da CBF

Conselho Técnico da CBF terá reunião com presidentes e representantes de clubes para debater punições por casos de racismo em competições nacionais

Redação Publicado em 10/02/2023, às 10h39

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Punição por casos de racismo será debatida pelo Conselho Técnico da CBF - Thais Magalhães/ CBF/ Flickr
Punição por casos de racismo será debatida pelo Conselho Técnico da CBF - Thais Magalhães/ CBF/ Flickr

O Conselho Técnico da CBF vai levar à votação uma punição aos clubes brasileiros em casos de racismo. De acordo com o jornalista Raphael Zarko, do “Globo Esporte”, presidentes e representantes dos times se reunirão na sede da Confederação Brasileira de Futebol, na próxima quarta-feira. O encontro também vai analisar o aumento do número de estrangeiros relacionados por partida: de cinco para sete.

A discussão de perda de pontos por racismo já havia sido levantada pelo presidente da entidade, Ednaldo Rodrigues, em agosto do ano passado. O mandatário havia prometido levar para os clubes a discussão sobre o tipo de punição por casos de racismo entre torcedores e atletas em campeonatos nacionais.

Rodrigues entende que apenas a punição desportiva, principalmente em competições em que pontos podem ser decisivos para títulos ou rebaixamento, colaboraria para educar torcedores e clubes de maneira geral. 

A primeira vez em que Ednaldo Rodrigues levantou o debate foi em agosto do ano passado, no Seminário de Combate ao Racismo e à Violência no Futebol. O evento contou com as presenças de diversas personalidades, como o cantor Gilberto Gil, que irá se apresentar em uma espécie de cerimônia de abertura. Além dele, o presidente do senado, Rodrigo Pacheco e o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez também estão confirmados no evento, que acontecerá na sede da entidade.

CBF prepara uma série de ações contra o preconceito
CBF prepara uma série de ações contra o preconceito/ Créditos: Getty Images

Segundo o fundador do Observatório da Discriminação Racial no Futebol, Marcelo Carvalho, o número de casos de racismo no futebol brasileiro mais do que dobrou de 2020 para 2021 e este ano também se tornaram públicos diversos casos durante as competições, principalmente na Libertadores. Apesar disso, os números oficiais de 2022 não foram divulgados pelo mesmo.


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!