Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » VISH!

Polêmica! Atlético-MG envia ofício e manda recado para CBF, após pênalti não marcado contra o Corinthians

Equipe alvinegra pede a expulsão do zagueiro Gil e também reclama de "falta de isonomia" em relação ao VAR

Redação Publicado em 16/11/2020, às 14h05 - Atualizado às 15h01

Keno comemorando gol do Galo
Keno comemorando gol do Galo - Pedro Souza/Fotos Públicas

No último sábado, 14, oAtlético Mineiro venceu, de virada, o Corinthians e assumiu a ponta do Campeonato Brasileiro. No entanto, a partida ficou marcada por um erro de arbitragem polêmico e gerou uma grande revolta na alta cúpula administrativa do Galo. 

Sendo assim, o clube alvinegro enviou um ofício para a Confederação Brasileira de Futebol pedindo a liberação dos aúdios do VAR durante a partida contra o Timão. Além disso, em documento assinado pelo presidente e vice-presidente da equipe mineira, alega falta de isonomia do árbitro de vídeo na atuação do dispositivo de arbitragem. 

Em ofício disponibilizado pelo site Globo Esporte, os dirigentes do Atlético afirmaram que "aconteceu um verdadeiro escândalo na arbitragem do jogo" e pediram maior abertura da CBF em relação aos aúdios do juízes com o VAR ao longo das partidas. 

"Causa estranheza que no mesmo dia, no jogo realizado às 21h30min entre Palmeiras e Fluminense, algumas jogadas daquele jogo tiveram o áudio ao vivo divulgado, sugerindo comportamento não isonômico e lançando dúvidas quanto ao cumprimento dos protocolos e as regras básicas de arbitragem, inclusive em relação ao VAR", diz o documento. 

Além disso, o Atlético Mineiro seguiu com sua reclamação e também fez uma petição pela expulsão de Gil. O zagueiro do Corinthians foi o responsável por protagonizar o lance da penalidade em cima de Vargas, que gerou grande polêmica depois do jogo. 

"Aconteceu um verdadeiro escândalo na arbitragem do jogo acima referido, em que o árbitro de campo, com visão frontal do lance aos quatro minutos, deixou de assinalar uma penalidade máxima, não tendo tampouco aplicado o cartão vermelho pelo “agarrão” feito pelo zagueiro Gil do Corinthians", escreveu no ofício.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!