Sportbuzz
Testeira
Futebol / VISH!

Palmeiras: após arbitragem polêmica, São Paulo pede explicações para CBF

São Paulo teve dois gols anulados contra o Palmeiras, não achou justo as decisões do VAR e pede explicações para CBF

Redação Publicado em 01/08/2021, às 07h50 - Atualizado às 07h59

São Paulo saiu revoltado com decisões do VAR em partida contra Palmeiras - GettyImages
São Paulo saiu revoltado com decisões do VAR em partida contra Palmeiras - GettyImages

No último sábado, 31, o São Paulo recebeu o Palmeiras no estádio do Morumbi e os dois times ficaram no 0 a 0. O clássico, que ocorreu pelo Campeonato Brasileiro, foi repleto de polêmicas, principalmente em decisões do VAR. Por sinal, o árbitro de vídeo tomou algumas decisões que fizeram Carlos Belmonte, diretor do Tricolor, afirmar que vai à CBF pedir explicações. 

 

O dirigente se mostrou incomodado com o impedimento de Miranda no gol do São Paulo e também com a intervenção do VAR numa penalidade assinalada pelo juiz e revisada pelo árbitro de vídeo de maneira diferente. Em pronunciamento, Carlos Belmonte garantiu que irá até a CBF para fazer uma representação. 

"O VAR que deveria dar segurança para o árbitro, traz insegurança. Deveria ser acessório, ajudar, mas quer ser protagonista no Brasil. O árbitro marca pênalti a um metro de distância, o árbitro, no campo, tem as sensações do peso da mão nas costas do Marquinhos, a bola distante do jogador do Palmeiras e ele marca o pênalti corretamente", afirmou 

O dirigente do São Paulo continuou falando sobre as decisões do VAR na partida contra o Palmeiras: "O VAR chama o árbitro, de dentro de uma sala fechada, sem som, sem nada da partida, e traz insegurança ao árbitro. Aí o arbitro perde a convicção e anula um lance que a um metro ele tinha marcado. Eu defendo o VAR, mas no Brasil ele não é usado de forma correta". 

Carlos Belmonte ficou indignado com a anulação da penalidade: "Os jogadores do Palmeiras sequer reclamam e já se dirigem ao meio para dar reinício. E depois vem o VAR de novo, em câmera lenta... O jogo não é em câmera lenta, e a velocidade tem que ser respeitada. E o árbitro, de novo, por falta de convicção, anula. Vamos fazer representação na CBF. O VAR já foi usado sete vezes em jogos do São Paulo, seis vezes contra. Umas acertadas e outras não. Vamos representar sim, porque não estamos felizes".


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!