Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » Campeãs!

O trem da América! Ferroviária bate o América de Cali e levanta a taça da Libertadores Feminina pela segunda vez!

Guerreiras Grenás confirmaram o domínio brasileiro no torneio, com 9 títulos em 12 edições

Redação Publicado em 22/03/2021, às 06h50

Jogadoras da Ferroviária comemorando a classificação para a Libertadores
Jogadoras da Ferroviária comemorando a classificação para a Libertadores - GettyImages

A Libertadores Feminina chegou ao fim na noite deste domingo, 21, e contou com mais uma vitória brasileira para a conta.

A Ferroviária sofreu até o último segundo, mas conseguiu vencer o AméricadeCali, da Colômbia, por 2 a 1, e conquistou pela segunda vez a Libertadores Feminina, em um jogo digno de final, no José Amalfitani, em Buenos Aires.

Apesar disso, o placar foi construído ainda primeiro tempo.

A AFE contou com um frango da goleira Tapia em chute despretensioso de Sochor, logo aos seis minutos. As colombianas empataram aos 39 minutos, com CatalinaUsme, em cobrança de pênalti. A resposta afeana veio três minutos depois, com AlineMilene, também em cobrança de penalidade.

Na etapa final, o América colocou duas bolas no travessão e uma na trave, buscou até o fim o empate, mas as Guerreiras Grenás suportaram a pressão e levaram o título pela segunda vez na história.

A primeira foi em 2015, quando venceram o Colo-Colo, por 3 a 1, em Medellín, na Colômbia.

Com o título das Guerreiras Grenás, o Brasil soma nove taças da competição em 12 disputadas. O São José-SP é o maior campeão, com três conquistas.

A Ferroviária tem dois títulos ao lado de Santos e Corinthians. Os times estrangeiros "Penetras" na festa brasileira foram o Colo-Colo (2012), SportivoLimpeño (2016) e AtléticoHuila (2018).

Agora, a Ferroviária só volta a jogar no dia 18 de abril, quando estreia no Campeonato Brasileiro diante do Palmeiras. Em 2020, as Guerreiras Grenás chegaram até as quartas de final do nacional e foram eliminadas justamente pelo Verdão.
 
Confira como as equipes entraram em campo:
 O jogo
 
Primeiro tempo
 

Após começar o jogo com pressão do Diablo Rojo, as Guerreiras Grenás conseguiram manter a calma e partir para o ataque.

Sochor levantou na área e a goleira Tapia aceitou um frango, aos seis minutos. A partir disso, o jogo ficou brigado e equilibrado, com um ligeiro domínio brasileiro.

No final do primeiro tempo, a árbitra MariaBelénCarvajal marcou pênalti de Yasmin em Robledo. Usme foi para a bola e igualou Cristiane na artilharia histórica da Libertadores, com 29 tentos.

Logo em seguida, a Locomotiva também conseguiu pênalti, feito por Ocampo em Lurdinha. AlineMilene foi para a bola e assim como Sochor, anotou seu primeiro gol no torneio.

Segundo tempo
 

O América partiu ao ataque e não deu sossego à Ferroviária. Foram três chances claras de empatar.

Ospina acertou a trave aos 13. Aos 21, Luciana evitou o gol de Usme após chute no canto esquerdo. Aos 45, Castañeda, de cabeça, acertou o travessão e desperdiçou a última chance das colombianas levarem o jogo para os pênaltis.

Rafa Mineira ainda perdeu um contragolpe, mas nem precisou marcar, já que o placar de 2 a 1 garantiu à Ferroviária o bicampeonato da Libertadores.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!