Sportbuzz
Testeira
Futebol / MANCHESTER UNITED

Manchester United quer técnico espanhol para cargo interino

Após demitir Ole Gunnar Solskjaer, Manchester United trabalha para contratar comandante interino até o fim da atual temporada

Redação Publicado em 24/11/2021, às 20h16 - Atualizado às 20h17

Solskjaer, ex-técnico do Manchester United - GettyImages
Solskjaer, ex-técnico do Manchester United - GettyImages

O Manchester United busca um técnico interino substituir Ole Gunnar Solskjaer, demitido no último domingo, 21, após mais um tropeço na Premiere League. De olho no restante da temporada, o clube inglês mantém conversas com Ernesto Valverde para um contrato até junho de 2022. A informação é do “Sky Sports”.

De acordo com a publicação, a diretoria dos Red Devils trabalha para nomear um treinador interino de forma definitiva até o encerramento da atual temporada. Mauricio Pochettino, hoje no comando do Paris Saint-Germain, é a primeira escolha do United, seguido por Erik Ten Hag, do Ajax.

 

Mesmo sem anunciar um interino, o Manchester United não descarta definir um treinador permanente antes de junho do ano que vem. O “Sky Sports” destaca o interesse de Pochettino em assumir o time inglês. O treinador, ex-Tottenham, chegou ao PSG em janeiro deste ano, com contrato até 2023.

Ernesto Valverde entra no radar do Manchester United (Crédito: GettyImages) 

 

Na última terça-feira, 23, o United fez sua primeira partida após a demissão de Solskjaer. O time foi comandado por Michael Carrick, ex-assistente do norueguês, venceu o Villarreal por 2 a 0, pela quinta rodada da Liga dos Campeões, e avançou às oitavas da competição continental.

Zidane não quer assumir o PSG, o que mexe com Pochettino no United

A possibilidade de Mauricio Pochettino ir para o Manchester United ainda nesta temporada pode acabar sofrendo um grande revés. Acontece que De acordo com o jornal espanhol "As", o técnico Zidane, que seria o próximo alvo do PSG para substituir o argentino, não tem o desejo de assumir o comando do time parisiense neste momento, e é aí que tudo muda.

O jornal afirma que o clube francês não está conseguindo avançar nas sondagens com Zidane, que não vê com bons olhos a possibilidade de assumir um time no meio da temporada, além de já ter alguns outros projetos em andamento. Por conta disso, o comandante quer esperar um pouco mais para voltar a trabalhar depois de deixar o Real Madrid na temporada passada.

O "As" ainda destaca que o PSG tem a capacidade de aumentar a carga na tentativa de ter Zidane no comando, inclusive deixando a proposta financeira ainda maior do que já estava sendo proposto inicialmente. No entanto, neste momento, o que "parece complicado" é que o efeito dominó no mercado de treinadores aconteça por conta dessa decisão.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!