Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » VISH!

Junior Barranquilla x Fluminense: torcida colombiana ameaça e pede suspensão de jogo da Libertadores

Torcida do Junior Barranquilla quer adiamento ou suspensão do jogo contra o Fluminense pela Libertadores

Redação Publicado em 04/05/2021, às 13h35 - Atualizado às 14h37

Fluminense e Junior Barranquilla se enfrentam pela Libertadores
Fluminense e Junior Barranquilla se enfrentam pela Libertadores - Mailson Santana/Fluminense

O Fluminensevisita o Junior Barranquilla nesta quinta-feira, 6, pela Libertadores da América, e pode acabar sendo vítima de uma das torcidas organizadas do time colombiano. Nesta terça-feira, 4, a "Frente Rojiblanco Sur 1998" ameaçou até impedir o ônibus do Tricolor a entrar no estádio em que irá ocorrer a partida entre os rivais sul-americanos. 

A motivação da torcida organizada do Junior Barranquilla é política e se mostra contra o atual governo da Colômbia, aos quais chamam da facista e criminoso. A ideia da "Frente Rojiblanco Sur 1998" é interromper a entrada, tanto do Fluminense como do time da casa, ao local do jogo. 

Vale ressaltar, que nos últimos dias, Fluminense passou por um episódio parecido, quando os torcedores do Santa Fé ameaçaram fazer a mesma coisa e o confronto acabou sendo transferido de lugar às pressas. Confira abaixo a nota publicada pela torcida organizada do Barranquilla:

"Solicitamos a suspensão ou adiamento da partida válida pela Copa Conmebol Libertadores entre Junior e Fluminense a ser disputada no dia 06 de maio de 2021, às 17h (horário local), no estádio Romelio Martínez, uma vez que estamos plenamente convencidos que a situação atual do país não é a melhor, e fazemos como protesto a um governo criminoso e fascista, que através das forças armadas do Estado torturam, matam e fazem desaparecer milhares de jovens que saem para protestar pelos seus direitos constitucionais.

Se não suspenderem a partida, nós da Frente Rojiblanco Sur 1998 seremos obrigados a não permitir o deslocamento dos ônibus dos jogadores até o estádio, e muito menos que seja a realizada a partida por qualquer circunstância, já que convocaremos todos os nossos associados, torcedores e toda sociedade que hoje luta e resiste diariamente em cada protesto para que esse jogo não aconteça.

Que ninguém duvide que amamos e adoramos assistir aos jogos do nosso time, mas hoje a luta e o sentimento de um país vêm em primeiro lugar", finalizou.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!