Sportbuzz
Testeira
Futebol / EITA!

Internacional: Após derrota para Grêmio, Edenílson explica fala polêmica sobre Ramírez

De acordo com Edenílson, ele não fez uma crítica para Ramírez e revelou conversas com elenco para jogo da volta contra o Grêmio

Redação Publicado em 17/05/2021, às 13h47 - Atualizado às 14h44

Edenílson comentou sobre polêmica com Ramírez, após derrota do Internacional para o Grêmio - Ricardo Duarte/Internacional
Edenílson comentou sobre polêmica com Ramírez, após derrota do Internacional para o Grêmio - Ricardo Duarte/Internacional

No último domingo, 16, depois da derrota do Internacional para o Grêmio, Edenílson saiu bastante irritado com o resultado e deu uma declaração polêmica no pós jogo. Em entrevista ainda na saída do gramado, o volante se mostrou um pouco incomodado com a postura do time no Gre-Nal e muitos acreditaram que a declaração era uma crítica para Ramírez

"No meu modo de ver, a gente se expôs demais. Clássico é assim, detalhe. A gente sabe que, tem horas que tem que reconhecer que o adversário está melhor na partida, baixar um pouco as linhas. Acho que faltou isso, um pouco de inteligência. Não é sempre que a gente tem que jogar exposto, principalmente clássico”, afirmou. 

Depois de muitos veículos apontarem para uma insatisfação de Edenílson com o trabalho de Miguel Ángel Ramírez no clube, nesta segunda-feira, 17, o volante pediu a palavra. Em entrevista coletiva, convocada pelo próprio, ele tratou de negar qualquer polêmica entre ele e o treinador, após a derrota do Internacional para o Grêmio. 

"Foi uma iniciativa minha vir aqui conversar com vocês para esclarecer a declaração pós-jogo. Acredito que no calor ali e indignado com a derrota, acabei tentando fazer uma avaliação da partida, do momento que a gente sofreu a virada. Mas longe de falar do esquema, do treinador ou da forma de jogar. Quis dizer que naquele momento do jogo, a nossa equipe não estava conseguindo jogar e ofereceu contra-ataques", explicou. 

Edenílson ainda seguiu: "O esquema de jogo, a gente vem jogando há algum tempo com o treinador. A gente procura trabalhar sempre junto. Ele é um treinador que se mostrou muito aberto a ouvir nossa opinião. Nem posso criticar o trabalho do treinador, sendo que eu estou incluso nele. Eu só acho que não tem por que fazer esse burburinho de conspiração que não existe. Está todo mundo no mesmo barco. Quando ganha, ganha todo mundo. Quando a gente fez seis, foi todo mundo. Quando a gente fez seis, foi todo mundo".

O volante continuou dizendo que algumas pessoas querem criar problemas onde não tem e voltou a dizer que não existe nada entre ele e Ramírez: "Nem posso criticar o trabalho do treinador, sendo que eu estou incluso nele. Não tem por que fazer esse burburinho de conspiração que não existe. Eu fui fazer uma avaliação para não dar uma resposta robótica. E em vez de ajudar, as pessoas acabam distorcendo o que se fala".

Por fim, Edenílson fez questão de dizer que houve uma conversa séria entre o elenco após a derrota do Internacional contra o Grêmio. Sem dar muitos detalhes em relação ao teor das conversas no vestiário do Beira-Rio, o meio-campista contou que os jogadores se cobraram bastante para o restante da temporada de 2021. 

"Depois no vestiário, a gente conversou todos, nos cobramos. Resolvemos chegar aqui hoje para melhorar isso. Não acredito a questão psicológica. Todos somos atletas profissionais acostumados. São fatores que acontecem no decorrer das partidas. Nessa semana, perdemos dois jogos. A gente tem que aprender o quanto antes. Às vezes, aprendemos com as vitórias, e às vezes com a forma mais dolorida, que é a derrota", finalizou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!