Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » VISH!

Depois de polêmica com arbitragem, Renato Gaúcho detona : "Contra o Grêmio, é protocolo ir ao VAR"

Treinador saiu muito irritado da partida e demonstrou sua chateação na coletiva de imprensa

Redação Publicado em 03/02/2021, às 18h18 - Atualizado às 19h24

Renato Gaúcho em ação pelo Grêmio
Renato Gaúcho em ação pelo Grêmio - GettyImages

Depois do empate em 3 a 3 contra o Santos, Renato Gaúcho demonstrou toda a sua insatisfação com a arbitragem da partida na coletiva de imprensa. O treinador até tentou fugir do assunto, mas não escondeu sua indignação com os pênaltis polêmicos marcados contra a sua equipe. 

"Quanto à arbitragem, não adianta, eu não quero falar, não gosto de falar... Só tem alguns lances, e não vou defender e nem criticar a arbitragem, pois eu sempre falo que o juiz tem que ir sempre ao VAR, e hoje ele foi. Mas não pode ser cada jogo uma regra", disse. 

Ele ainda seguiu: "Quanto é contra o Grêmio, o juiz vai sempre ao VAR, é um protocolo. Em outros jogos, em lances duvidosos, ele não vai ao VAR... Coloquei para ele (Wilton) que, nos dois lances de pênalti hoje, na minha opinião, no 1º o Matheusinho sofreu falta e estava colado ao adversário, e no 2º o Luiz Fernando estava colado também ao adversário. A bola pegou no braço, sem dúvida nenhuma".

Tentando explicar a falta de critério da arbitragem brasileira, Portaluppi utilizou como exemplo o lance da penalidade de Matheus Henrique. De acordo com ele, o lance foi semelhante com um outro, onde o Grêmio atacava e o VAR acabou não sinalizando um pênalti a favor do Tricolor. 

"Aí falei que, contra o Athletico-PR, na Copa do Brasil, o Geromel cabeceou a bola, o jogador abriu o braço e falaram que não era para dar pênalti, porque o jogador do Athletico estava próximo da bola. Hoje, meus jogadores estavam colados nos jogadores do Santos. Aí eu pergunto a vocês (jornalistas), vocês têm especialistas (em arbitragem) nos veículos de vocês. Eles podem até falar que foi pênalti... Mas cada jogo tem uma regra!", afirmou

"Quando é (para dar pênalti) a favor do Grêmio, falam que o jogador estava muito próximo da bola. Quando é contra, falam que não estavam. Não vou falar do árbitro, até acho o Wilton um grande árbitro, mas cada jogo é uma regra diferente", completou o argumento, antes de finalizar o assunto. 

"Eu tenho que treinar meu time, e, se for pênalti na minha área, tem que dar mesmo. Mas, se for pênalti na área do meu adversário, tem que dar também. Só isso. E os especialistas podem explicar para vocês os lances dos dois pênaltis", concluiu.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!