Sportbuzz
Testeira
Futebol / EITA!

Cruzeiro: súmula do clássico relata xingamento de Pezzolano ao árbitro

Cruzeiro e Atlético-MG fizeram o clássico estadual no final de semana e Pezzolano ficou muito incomodado com a atuação da arbitragem da partida

Redação Publicado em 07/03/2022, às 11h59

Cruzeiro tem xingamento de Pezzolano relatado em súmula do clássico - Gustavo Aleixo/Cruzeiro/Flickr
Cruzeiro tem xingamento de Pezzolano relatado em súmula do clássico - Gustavo Aleixo/Cruzeiro/Flickr

Cruzeiro x Atlético-MG gerou uma certa dor de cabeça para o técnico Pezzolano, que reclamou muito da arbitragem durante a partida, e também na coletiva de imprensa. Tanta revolta com o árbitro acabou gerando um xingamento do treinador, que foi relatado na súmula do clássico, preenchida por Igor Junio Benevenuto.

O árbitro apresentou uma série de incidentes que teriam acontecido durante e depois da virada de 2 a 1 do Atlético-MG, no Mineirão. Segundo ele, o técnico Paulo Pezzolano subiu o túnel do vestiário e chegou dentro do gramado tendo dito, de acordo com o documento da súmula da partida, um xingamento a forma como Igor Junio Benevenuto conduziu a partida.

Canal - SportBuzz

"Árbitro ladrão, vocês são todos ladrões, olha o que vocês fizeram, quero falar com o árbitro, esse ladrão!", teria dito Pezzolano no momento em que saiu do vestiário para tirar satisfações com o árbitro do clássico, bem alterado e revoltado com as marcações que segundo ele, favoreciam o Atlético-MG.

Vale lembrar que o treinador da Raposa estava suspenso do clássico, não tendo ficado na área técnica, e agora terá que ficar por mais um jogo fora do comando do Cruzeiro, na partida contra o Pouso Alegre, já que levou o terceiro cartão amarelo, e o vermelho direto na partida diante do Villa Nova, de Minas de Gerais.

Cruzeiro e Atlético-MG gera xingamento em súmula
Cruzeiro e Atlético-MG gera xingamento em súmula (Crédito: GettyImages)

 

Inclusive, por conta dessa suspensão, Pezzolano estava sendo substituído pelo seu auxiliar técnico no comando da equipe, Martin Varini, e não poderia nem ter dado as caras no campo de jogo. Ainda de acordo com as informações da súmula, o treinador do Cruzeiro "foi contido pelos seguranças do clube que o levaram de volta para o vestiário".

Além desse ponto, o árbitro também relatou no documento que aos 40 minutos do segundo tempo, momento em que Hulk empatou a partida para o Atlético-MG, foi aceso um sinalizador de cor vermelha na arquibancada da torcida do Galo, e aos 52 foram arremessados dois isqueiros no campo de jogo pela torcida do Cruzeiro.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!