Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Futebol / VITÓRIA AQUÁTICA

Com muita chuva e emoção, Vasco vence em estreia na Copinha 2023

Em jogo de muita chuva e gramado alagado, o Vasco venceu o Capital em Osasco e conquistou seus três primeiros pontos em sua estreia na Copinha de 2023

Redação Publicado em 04/01/2023, às 21h31

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Vasco e Capital pela Copinha - Reprodução SporTV
Vasco e Capital pela Copinha - Reprodução SporTV

O Vasco venceu o Capital-TO nesta quarta-feira, 4, em sua estreia na Copinha de 2023. Com muita chuva e o gramado alagado, Ray deixou o time na frente, que ainda sofreu empate no fim de Pablo, mas Roger garantiu a vitória e os primeiros três pontos. Além destas duas equipes, Audax e Hercílio Luz fazem parte do grupo 29.

O jogo já começou com o gramado alagado, como é comum no torneio, e isso fez com que nenhum time conseguisse demonstrar um futebol técnico. Com 10 minutos de pouco futebol, o tempo passou e o Vasco passou a se impor explorando a bola aérea em cruzamentos de todo lugar do campo e bolas paradas.

Em um destes lançamentos, já aos 39 minutos, Ray dominou na área e viu a bola parar na poça, o que o ajudou a ficar de frente e encobrir o goleiro Pedro para abrir o placar e colocar seu time em vantagem ainda na primeira etapa. Com pouco tempo de jogo até o intervalo, a bola acabou rolando menos ainda, já que houve discussão entre os atletas e o juiz apitou o fim do primeiro tempo.

Com a diminuição da água no gramado em Osasco, a bola deixou de ficar presa no chão e começou a deslizar, dificultando de uma forma diferente a partida. Mesmo que em condições melhores, pouco aconteceu na volta do intervalo, já que o Capital se mostrou frágil para buscar alternativas, e o Vasco não parecia fazer questão de aumentar sua vantagem.

Capital e Vasco pela Copinha de 2023
Capital e Vasco pela Copinha de 2023 / Créditos: Reprodução SporTV

O passar do tempo e o grande desgaste castigou muito o time de Tocantins, que precisou gastar suas últimas substituições na metade do segundo tempo por câimbras e seguiu vendo seus jogadores sofrerem fisicamente até o fim. Apesar disso, em bola parada o empate veio, com bela cobrança de falta direta feita por Pablo, que só não foi decisivo porque Roger aproveitou cruzamento de GB e fechou o 2 a 1 vascaíno.


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!