Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » CAMPEONATO PARANAENSE!

Com gol no final, Athletico vence o Coritiba por 1 a 0 e vai com vantagem para a segunda partida do Paranaense!

Equipes decidem a vaga na próxima quarta-feira, 5, às 20h

Izabella Macedo Publicado em 02/08/2020, às 17h54

Com gol no final, Athletico vence o Coritiba por 1 a 0 e vai com vantagem para a segunda partida do Paranaense!
Com gol no final, Athletico vence o Coritiba por 1 a 0 e vai com vantagem para a segunda partida do Paranaense! - GettyImages

A primeira partida da final do Campeonato Paranaense aconteceu neste domingo, 2, entre Athletico e Coritiba no famoso clássico.

O Coritiba garantiu a classificação depois de vencer o Cianorte nas duas partidas por 3 a 2 fora de casa e por 2 a 0 no Couto Pereira. O Furacão fez 5 a 1 no FC Cascavel na partida da Baixada e depois empatou sem gols no segundo jogo.

A decisão do título começou na Baixada, já que o Coritiba tem a melhor campanha e o benefício de decidir em casa. O segundo jogo, no Couto Pereira, está previsto para a próxima quarta-feira, 5.

Quanto à escalação, o Coritiba jogou mais uma vez sem o volante Matheus Sales, machucado e peça importante do meio-campo da equipe.

O Coritiba iniciou o primeiro tempo com recuo para Muralha, depois tenta chegar pela esquerda no toque de bola, mas encontrou resistência da defesa adversária.

O primeiro chute do jogo aconteceu aos quatro minutos, depois de a bola ficar circundando a área do Athletico, Sabino chegou de trás e chutou para o gol. A bola foi em velocidade, mas sem direção.

Quase que o Coxa saiu na frente no placar. Léo Cittadini errou o passe e deu nos pés de Galdezani no meio de campo. O Coritiba tentou armar o contra-ataque, mas a defesa atleticana recuperou a bola no último segundo.

Com nove minutos, Robson recebeu a bola na entrada da área, pelo lado esquerdo, e tentou o chute. A bola foi por cima, mas perto do travessão do goleiro Santos.

O Athletico passou a usar muito o recurso de recuo para o goleiro Santos, mas os atacantes do Coritiba perceberam e resolveram fazer pressão. A saída de bola ficou complicada para o Athletico.

Aos 21 minutos, Rafinha viu Igor Jesus se infiltrando pelo meio e fez o passe, que saiu no lugar esperado, mas com alguém inesperado. Antes do atacante do Coritiba chegar, o goleiro Santos saiu da área e meteu o chutão para longe.

Galdezani chegou novamente pela direita e cruzou para a pequena área, mas o goleiro Santos pulou para fazer a defesa e impedir a cabeçada de Robson.

Irritado com o lance, Santos deu "um chega pra lá" no árbitro, o empurrou com as duas mãos depois de ser advertido por estar distribuindo broncas e como previsto, recebeu o cartão amarelo do juiz pela atitude.

O Athletico finalizou pela primeira vez na partida aos 31 minutos e com bastante perigo.

Primeiro Carlos Eduardo fez o cruzamento na área, e Muralha saiu de soco para evitar a finalização. A bola sobrou para Wellington, que chutou com força, mas mandou para fora.

William Matheus e Gabriel fizeram uma boa troca de passes pela esquerda e encontram Robson aberto. O atacante chegou a ter espaço para girar, mas finalizou sem força e sem direção.

Aos 36 minutos, um lance curioso aconteceu. Carlos Eduardo se viu marcado por duas pessoas e por algum motivo achou que poderia dar um chutinho entre as pernas dos dois e esperar a bola do outro lado, o que não funcionou.

Carlos Eduardo recebeu a bola, segurou até a entrada da área, tirou da marcação e bateu para o gol, mas para fora.

Com 40, uma ótima cobrança de falta da esquerda para a trave direita, onde Thiago Heleno fechava. William Matheus foi essencial em meter a cabeça e mandar para fora. 

O Athletico chegou novamente e aumentou a pressão, mas Carlos Eduardo não conseguiu achar a bola para chutar dentro da área. 

Fim do primeiro tempo!

No início da segunda etapa e em ótima jogada do Coritiba na descida em velocidade pela direita, o cruzamento encontrou Robson pronto para mandar para as redes, mas o goleirão Santos virou um monstro na frente do atacante e bloqueou a bola com o corpo.

Aos 13 minutos, e em um erro bizarro de William Matheus, que entregou a bola para Nikão na entrada da área, o chute saiu forte, mas o zagueiro Sabino apareceu para desviar a bola com o corpo.

No chute de Nikão de fora da área, a bola ia parar dentro do gol go no canto esquerdo do goleiro, que se esticou todo e desviou para fora.

Com 19, um lance polêmico dividiu opiniões dentro de campo. Na cobrança de escanteio, Thiago Heleno caiu na dividida com Nathan e reclamou de pênalti, mas o juiz mandou o jogo seguir sob fortes reclamações.

Galdezani recebeu pela direita, arrumou e mandou o chute bem colocado, que tiro tinta da trave direita do gol de Santos, que só acompanhou com os olhos e quase viu um golaço do adversário.

Já com 39, Matheus Bueno ficou de frente para o gol e chutou com força, mas bola subiu um pouco e passou por cima do gol de Santos.

Depois de o juiz dar mais três minutos de acréscimo, o Athletico abriu o placar com Léo Cittadini. A bola veio cruzada da esquerda para a área e encontrou o meia sozinho, que se arurmou e bateu colocado e sem chance para o goleiro Muralha. 


5 itens do seu time do coração que você não pode ficar sem

1- Camisa Adidas São Paulo 2018 - https://amzn.to/31uv12K

2- Livro Maquete 3D Estádio Vila Belmiro - https://amzn.to/2IZ3AaY

3- Mochila Corinthians - https://amzn.to/2psy3ax

4- Caneca com Abridor,  Flamengo - https://amzn.to/31uUJnQ

5- Fone de Ouvido Cruzeiro - https://amzn.to/33GhR4d

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

 
 
 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!