Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » ALFINETOU!

Após vitória histórica contra o Flamengo, presidente do Ceará explica provocações e cutuca Rogério Ceni

Vôzão bateu os atuais campeões brasileiros por 2 a 0 e colaram na disputa por uma vaga no G-6

Redação Publicado em 11/01/2021, às 16h55 - Atualizado às 18h01

Jogadores do Ceará em ação contra o Flamengo
Jogadores do Ceará em ação contra o Flamengo - GettyImages

Robinson de Castro roubou a cena no último domingo,10, após aparecer em um vídeo provocando o Flamengo.O presidente do Ceará viralizou nas redes sociais, depois de aparecer fazendo e falando o sinal de "vapo vapo", tipicamente utilizado por atletas rubro-negros. 

 

Em entrevista ao Globo Esporte, o dirigente deu maiores detalhes e relação a sua polêmica comemoração e também aproveitou para dar uma cutucada em Rogério Ceni. De acordo com ele, a vitória sobre o Fla foi especial por ser contra um grande time e ter o ex-Fortaleza como técnico rival.

"Foi uma vitória de afirmação, contra um grande time, na casa deles, e a gente controlou boa parte do jogo. Demos o ritmo ao jogo. E contra um velho conhecido (Rogério Ceni). Então, na realidade, teve essa cereja do bolo, ganhar de novo (do Ceni)", disse. 

Ele ainda seguiu falando sobre os objetivos do Ceará para o restante da temporada:  "O foco é, primeiro, garantir a permanência. Chegar aos 45 pontos. Depois a gente já olha para outra situação (competição internacional). Momento é manter o foco". 

Além de ter viralizado com o vídeo do "vapo vapo", Robinson de Castro também deu o que falar nas redes sociais com sua comemoração no vestiário. Junto com todo o elenco, o presidente do Vôzão aproveitou o momento de felicidade para comemorar com seus atletas. 

 "A comemoração com os jogadores é uma coisa interna, de relacionamento, confiança, de jogar junto, é mais uma forma de me comunicar com eles. Cobrar, quando cobrar, forte; quando comemorar, comemorar forte. É uma questão de fazer parte. Sofrer junto, vibrar junto", afirmou. 

Robinson ainda concluiu dando maiores detalhes sobre o "vapo vapo": "Foi depois do jogo, o pessoal que ficou comigo ia passando e filmou: disseram, "faz um gesto aí!", eu fiz o "vapo vapo", porque ganhar o Clássico-Rei e do Flamengo, da forma que ganhamos, tem que ter direito a tudo".


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!