Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Fórmula 1 / TRISTE?

Sainz descarta mágoa contra Ferrari em saída: “Sei o quanto valho”

Piloto espanhol de Fórmula 1 será substituído por Lewis Hamilton na temporada de 2025 e destaca que dará o máximo em último ano na escuderia italiana

Redação Publicado em 06/02/2024, às 14h40

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Carlos Sainz - Getty Images
Carlos Sainz - Getty Images

Com a ida confirmada de Lewis Hamilton para a Ferrari na temporada de 2025, o que também está certo será a despedida de Carlos Sainz como piloto da escuderia italiana. O britânico terá como parceiro o monegasco Charles Leclerc, que renovou o contrato recentemente. Desta forma, o espanhol revelou não ter mágoas da equipe de Maranello, na Itália, revelando ter dimensão do próprio valor dentro da Fórmula 1.

“Não me desapontou. Vivendo a Ferrari por dentro, eu já sabia de várias coisas e me preparei com a equipe em face de mudanças futuras. Como eu disse, entretanto, não quero pensar sobre nada além de como quero dar meu máximo nessa temporada pela Ferrari. (...) Sei o quanto valho enquanto piloto, e por essa razão estou muito calmo quando olho para o futuro. Coisas boas definitivamente vão surgir, mas por enquanto minha meta permanece dar o meu melhor com a Ferrari”, afirmou o piloto, em entrevista à "SkySports".

Em 2023, o corredor da Espanha interrompeu uma sequência de vitórias da Red Bull Racing e foi o único fora da equipe da Áustria a levar a melhor em um GP, em setembro, quando quebrou o jejum de 434 dias da Ferrari quando venceu o Grande Prêmio de Singapura. “Na minha carreira, sempre dei passos à frente, melhorando mais a cada ano. Essa sempre será minha filosofia, e vou fazer isso de novo neste ano. Em 2024 farei 30 anos, mas me sinto mais jovem e motivado do que nunca”, completou Sainz.

O piloto não negou que se sente desconfortável de ter data marcada para deixar a equipe, mas reforça seus compromissos com os objetivos da escuderia em 2024. “Certamente não é a melhor sensação para começar a temporada. Mas no momento em que eu colocar meu capacete no Bahrein e for à pista, a única sensação que vou sentir será o desejo de melhorar, também mirando vencer o Mundial (de pilotos)”, comentou.


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!