Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Fórmula 1 / EITA!

F1: Wolff diz que Hamilton merecia o octacampeonato em 2021

Chefe de equipe da Mercedes, Toto Wolff abriu o jogo sobre Lewis Hamilton e a temporada de 2021 que, em sua opinião, deveria ter sido conquistada pelo britânico

Redação Publicado em 21/07/2022, às 12h35 - Atualizado às 12h37

Lewis Hamilton, da F1, no GP da Áustria - Getty Images
Lewis Hamilton, da F1, no GP da Áustria - Getty Images

Toto Wolff, chefe de equipe na F1 pela Mercedes, foi sincero sobre Lewis Hamilton e como o piloto era merecedor do campeonato na última temporada. Caso tivesse levado a melhor em 2021, Lewis teria obtido seu oitavo título na carreira, o que tornaria o britânico o maior do mundo em números de mundiais, ultrapassando Michael Schumacher.

“Lewis deveria ter conquistado seu oitavo título no ano passado, todo mundo sabe disso. Mas, agora, precisamos fazer um carro que o coloque na posição de conquistar o oitavo título, e isso é fundamentalmente minha responsabilidade”, destacou Wolff. O comandante ainda fez um comentário afiado em referência ao GP de Abu Dhabi na temporada em questão, vencido por Max Verstappen, da Red Bull Racing.

CANAL - SPORTBUZZ:

“Ainda quero vencer, mas quero vencer do jeito certo. Tenho valores e uma mentalidade que quero defender no time. Você pode ter alguém que ganha, mas não faz da maneira certa, mas isso não vai durar. O carma existe. Eu quero ser capaz de olhar para trás e dizer: ‘Fizemos do jeito certo, e conseguimos’”, cravou.

Wolff também ressaltou que as críticas tecidas ao heptacampeão são injustas e que a performance nas pistas é justificada pelo automóvel desenvolvido na equipe. "Eu tenho que protegê-lo, porque as pessoas começaram a atacá-lo, o que não está certo. É um absurdo completo, ele é o maior piloto de todos os tempos. Todos precisam entender que o carro não está funcionando, e não que o piloto é o culpado", explicou.

Lewis Hamilton e Toto Wolff, da Mercedes, na F1
Lewis Hamilton e Toto Wolff, da Mercedes, na F1 (Créditos: Getty Images)

Por fim, Toto descreveu como é a sensação de comandar o coletivo na Fórmula 1: "Somos maníacos por controle. Às vezes me sinto como um gerente de futebol, onde há um ponto em que você não pode fazer mais nada e tem que deixar os jogadores em campo fazerem o trabalho".


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!