Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Fórmula 1 / CORONAVÍRUS!

Hamilton revela motivo para voltar a usar máscara nas provas da F1

Hamilton explicou o motivo pelo qual decidiu volta a adotar a máscara de proteção contra o coronavírus durante as provas e treinos da Fórmula 1

Redação Publicado em 15/07/2022, às 09h33

Hamilton, piloto de Fórmula 1 - GettyImages
Hamilton, piloto de Fórmula 1 - GettyImages

Hamilton pode ter surpreendido algumas pessoas por voltar a andar no paddock da Fórmula 1 nas duas últimas corridas utilizando de forma voluntária a máscara de proteção contra o coronavírus, mas para ele, essa decisão foi bem consciente. Depois de alguns questionamentos pelo motivo pelo qual decidiu adotar essa medida, ele resolveu se explicar.

"Acabei de notar que muitas pessoas ao meu redor estão ficando doentes e definitivamente não querem ficar novamente. Já experimentei duas vezes. Mas só noto muitas pessoas ao meu redor, muitos dos meus amigos me mandando mensagens dizendo que estão com Covid, e alguns deles são muito piores que outros", contou o piloto.

Canal - SportBuzz

Inclusive, dentro da própria equipe os casos de coronavírus estão crescendo. Um exemplo disso é que o engenheiro de corrida de Hamilton, Peter Bonnington, não pôde estar presente no Circuito de Spielberg. Apesar de a equipe não ter confirmado o caso positivo de forma oficial, o piloto foi orientado pelo engenheiro de desempenho Marcus Dudley.

"Ninguém está usando máscara, então definitivamente estou usando a minha. Eu espero que as pessoas façam o que elas realmente querem fazer e isso é a sua saúde no final das contas. Eu quero ir para casa saudável. Eu quero ser capaz de me levantar e treinar e fazer as coisas que eu amo fazer. E eu tento, se posso, manter as pessoas que amo ao meu redor também seguras quando posso, quando estou perto delas", explicou.

Hamilton foi infectado pelo coronavírus em duas oportunidades. Em uma delas, ele acabou ficando fora do GP de Sakhir de 2020, e no seu lugar, a Mercedes optou por colocar o atual companheiro de equipe, George Russell. Na oportunidade, ele liderou boa parte da prova, mas por conta de alguns erros da Mercedes e o pneu furado, terminou em 9°.

Em 2022, Lewis Hamilton também já havia dito ter se sentido desconfortável durante o briefing dos pilotos da Fórmula 1 para a realização do GP da Austrália. Na ocasião, muitas das pessoas que estavam presentes optaram por não utilizar máscaras, mas a pandemia de coronavírus foi aumentando seus casos gradativamente.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!