Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz

Carnaval no ringue: Lutadores da seleção brasileira de boxe viajam para preparação na Bulgária

Além de fazer training camp, boxeadores irão disputar o tradicional Strandja Tournament

Redação Publicado em 08/02/2023, às 16h57

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Seleção já está na Europa - Divulgação/CBBoxe
Seleção já está na Europa - Divulgação/CBBoxe

Como de costume, parte dos atletas da seleção olímpica permanente irá passar o Carnaval na Bulgária. Um grupo de 12 pugilistas, além de membros da comissão técnica, embarcou na última terça-feira (7) para Sófia, na Bulgária. Lá, a seleção irá fazer um training camp, já com foco nos Campeonatos Mundiais de 2023, e ainda vai participar do tradicional Strandja Tournament.

"Após quatro semanas de preparação, a equipe olímpica parte para esse camp de treinamento na Bulgária. Esse período já será a base de treinamento para o Mundial Feminino que vai ser em março e também já serve para preparar os atletas do masculino para o Mundial deles que será em maio", explicou Mateus Alves, head coach da seleção olímpica permanente de boxe.

Conhecendo os rivais

A participação em camps e competições internacionais são consideradas essenciais pela comissão técnica do Brasil para dar rodagem aos atletas brasileiros e, ao mesmo tempo, conhecer o estilo de luta dos outros países.

Para Caroline "Naka" Almeida, medalhista de bronze no Mundial de 2022, a experiência será boa para conhecer possíveis adversárias do Mundial deste ano.

"Ano passado a gente fez mais competições na América. Então esse evento na Bulgária vai ser legal porque vão a maioria dos países da Europa e vou conseguir enfrentar algumas meninas que têm um estilo de boxear diferente. Vai ser muito vantajoso porque eu vou chegar no Mundial com essa preparação a mais e porque pode ser que eu enfrente lá as meninas que eu já vou enfrentar na Bulgária", comentou a atleta.

Já para o vice-campeão mundial Keno Marley, tanto o training camp quanto o Strandja Tournament serão oportunidades para ajustar os detalhes para as grandes competições do ano.

"Essa base agora é muito importante pelo nível da competição que teremos lá. É um campeonato bem forte, com várias nações tradicionais do boxe e isso é muito bom para o nosso desenvolvimento. Vai ser bom para ganharmos ritmo e tomarmos conhecimento dos adversários. Com isso conseguimos ver os nossos erros, para trabalhar em cima deles em busca da perfeição", disse o atleta.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!