Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Outros Esportes » FÓRMULA 1

Prefeitura do Rio desiste de construção de autódromo na Floresta do Camboatá

Prefeito do Rio de Janeiro envia pedido de arquivamento do processo para licença prévia para a construção do autódromo

Redação Publicado em 02/02/2021, às 09h41

Prefeitura do Rio desiste de construção de autódromo na Floresta do Camboatá
Prefeitura do Rio desiste de construção de autódromo na Floresta do Camboatá - Divulgação

A prefeitura do Rio de Janeiro anunciou nesta segunda-feira, 01, que desistiu de construir o autódromo na Floresta do Camboatá, na zona oeste da cidade. O polêmico circuito seria construído para substituir o GP de Fórmula 1 de Interlagos, em São Paulo.

De acordo com o comunicado divulgado, a prefeitura pediu ao Inea (Instituto Estadual do Ambiente) o arquivamento do processo de licenciamento ambiental do autódromo. Segundo a prefeitura, a Floresta de Camboatá é um patrimônio ambiental da cidade e funciona como conexão entre os maciços da Pedra Branca e do Mendanha.

A construção do circuito havia sido inicialmente adiada em função dos laudos ecológicos negativos e da pandemia de coronavírus. Em novembro de 2020, a Fórmula 1 renovou com Interlagos até 2025.

A administração do novo prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, que assumiu no primeiro dia de janeiro, desistiu do projeto.

Além disso, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente abriu um processo, iniciado em 2013, para criar uma unidade de conservação na área.

A Floresta do Camboatá possui cerca de 200 mil árvores de 146 espécies, sendo que 14 delas são consideradas ameaçadas, em um terreno de Mata Atlântica de baixada. Também foram encontradas 150 espécies de aves e 19 mamíferos.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!