Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Futebol / COMPLICOU!

Vanderlei Luxemburgo solta o verbo após ter candidatura retirada

Depois de tentar vaga no Senado, Vanderlei Luxemburgo não vai estar presente como opção nas urnas e vive imbróglio sobre o futuro na política brasileira

Redação Publicado em 05/08/2022, às 18h21

Vanderlei Luxemburgo não vai mais se candidatar - Cesar Greco / Palmeiras / Flickr
Vanderlei Luxemburgo não vai mais se candidatar - Cesar Greco / Palmeiras / Flickr

Nesta sexta-feira, 05, o treinador Vanderlei Luxemburgo sofreu forte revés logo em sua primeira tentativa para se tornar político. De acordo com as informações divulgadas pelo portal "Uol", o PSB decidiu remover a candidatura do multicampeão brasileiro para o Senado e frustrou o desejo de 'Luxa', que sempre deixou clara a vontade de ingressar na política.

Pouco tempo depois da informação ter sido confirmada, Vanderlei Luxemburgo utilizou as redes sociais para explicar os motivos para não ter sua candidatura mantida. Na carta aberta à população de Tocantins, estado pelo qual disputaria a eleição, o treinador lamentou o episódio e disparou contra possíveis traidores na política brasileira.

"Quando ingressei no partido, ouvi que eu podia 'ser candidato ao que quisesse', mas encontramos de forma coletiva o Senado como a alternativa e como eu poderia contribuir com o partido e com o nosso estado. Vale reforçar que a candidatura ao Senado teve o aval da presidência estadual, através de Carlos Amastha (...)", iniciou Vanderlei Luxemburgo.

"Eu confesso a vocês que não sei em que momento a minha candidatura ao Senado. Durante as últimas semanas fui instigado a declinar da candidatura, mudar para deputado federal e inclusive, abrir mão do fundo eleitoral. Não fui convidado a participar dos diálogos e fui isolado pela presidência", continuou o conhecido treinador de futebol.

Vanderlei Luxemburgo em ação
Vanderlei Luxemburgo queria ingressar na política (Crédito: GettyImages)

"Num primeiro momento, ao ser apunhalado pelas costas, ameacei processar o partido. Vocês sabem como é ter um sonho roubado das mãos? Mas, a essa altura, não vou atropelar a candidatura de companheiros com quem firmei compromissos e que já têm trabalho desenvolvido. Por fim, informo que não irei concorrer a qualquer cargo nessas eleições. Para mim é impensável permanecer aliançado com traidores", encerrou Vanderlei Luxemburgo.

Segundo a publicação do portal "Uol", o PSB retirou a candidatura de Vanderlei Luxemburgo após o nome do treinador não ser aprovado pelo diretório do partido. No entanto, a carta aberta de 'Luxa' aos seguidores demonstrou problema ainda maior na relação com os principais dirigentes do partido político.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!