Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » VISH!

Treinador do Red Bull Bragantino detona arbitragem e decisão do VAR em partida contra Atlético-MG

Para Mauricio Barbieri, o juiz do confronto tomou as decisões erradas ao olhar no VAR

Redação Publicado em 12/01/2021, às 16h07 - Atualizado às 17h20

Mauricio Barbieri em ação pelo RB Bragantino
Mauricio Barbieri em ação pelo RB Bragantino - GettyImages

Mais uma rodada do Brasileirão acabou e uma nova polêmica com o VAR surgiu. Dessa vez, o lance foi no confronto entre Red Bull Bragantino e Atlético Mineiro, que acabou terminando em 2 a 2, com um gol marcado depois do apito final e com revisão do árbitro de vídeo. 

Até o último minuto da partida, o Massa Bruta vencia o Galo por 2 a 1. No entanto, no último lance do jogo, Guilherme Arana acabou sendo derrubado na área. Depois do lance, o juiz apitou o final do embate, porém o VAR o chamou para revisar um possível pênalti no lateral do Atlético. 

Depois de revisar a possível entrada de Eric Ramires em Arana, Caio Max Augusto Vieira concluiu que houve uma penalidade no lance. Com isso, o árbitro sinalizou a falta dentro da área, Hyoran foi para a cobrança e os mineiros arrancaram um empate no final da partida. 

Em entrevista coletiva, Mauricio Barbieri se mostrou indignado com a arbitragem e suas decisões no jogo. O treinador do Red Bull Bragantino demonstrou muita irritação, questionou os minutos de acréscimo e também detonou o pênalti marcado a favor do Atlético Mineiro. 

"A gente sabia que seria um confronto extremamente disputando. Acho que foi um jogo equilibrado, um jogo parelho, onde houve momentos em que conseguimos nos sobrepor e, em outros, o Atlético se sobrepôs. No geral, foi bastante equilibrado, como reflete o placar. O Bragantino ganhou até o último minuto, essa que é a verdade", disse. 

Ele ainda seguiu: "Não tem justificativa para ele (árbitro) dar aquele tempo de acréscimo, não tem critério para ele dar um minuto a mais. Na minha avaliação, ele acertou na decisão de campo (quando não marcou o pênalti) e errou vendo o VAR, o que é algo difícil de acontecer, mas hoje aconteceu".

"Pelas imagens que vi, o Arana já está dobrando o joelho muito antes de qualquer contato do Ramires. A sensação que eu tive é de que não houve qualquer contato.  É uma pena, porque a gente poderia sair com os três pontos que são importantes para gente. Mas o desempenho e a entrega da equipe me deixam satisfeitos, conseguimos competir com uma das grandes equipes do Brasil no momento", completou. 

A crítica de Mauricio Barbieri sobrou até para Caio Max Augusto Vieira. De acordo com o treinador, o árbitro escalado para a partida não estava preparado para um confronto de tamanha importância para o Campeoanto Brasileiro.

"Faz parte, os erros acontecem. Sei que as pessoas trabalham para minimizar. O que não entendemos é a escolha de um árbitro categoria B para um jogo deste tamanho.  Na minha opinião, teria que ser um árbitro FIFA. Nada contra o árbitro pessoalmente, mas é um jogo que pode decidir o campeonato, em termos de pontuação", explicou. 

Barbieri finalizou demonstrando sua insatisfação com a escolha do juiz para a partida: "Acho que deveria haver um outro critério para a escolha do árbitro, porque na minha opinião ele se equivocou tanto no acréscimo quanto na decisão que ele tomou".


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!