Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Futebol / SUL-AMERICANA

São Paulo: Luciano abre o jogo após quebrar jejum na Sul-Americana

Atacante do São Paulo, Luciano foi sincero sobre os gols marcados na Sul-Americana diante do Universidad Católica; camisa 11 não balançava as redes há quase dois meses

Redação Publicado em 01/07/2022, às 14h30

Luciano, do São Paulo - Staff Images/CONMEBOL
Luciano, do São Paulo - Staff Images/CONMEBOL

Luciano, do São Paulo, falou sobre sua atuação em campo na Copa Sul-Americana em disputa pelas oitavas de final contra o Universidad Católica. O atacante anotou dois gols e desencantou após permanecer 50 dias sem contribuir para o placar do Tricolor; o jogo da volta será decidido no Morumbi, na próxima quinta-feira, 7.

“Uma vitória importante, a gente ficou bem, vamos ter o jogo em casa. Campo difícil, alguns jogadores [foram] expulsos, infelizmente. Agora é jogo em casa, com nossa torcida e, se Deus quiser, a gente vai sair classificado”, cravou o camisa 11. A arbitragem da partida penalizou três atletas do São Paulo com cartão vermelho: Igor Vinícius, Rodrigo Nestor e Jonathan Calleri.

CANAL - SPORTBUZZ:

“[É] Uma grande equipe, o jogo não está definido, a classificação não está definida. Primeiro, temos que pensar no Campeonato Brasileiro e na semana que vem buscar essa classificação em casa”, continou o atacante. No domingo, 3, o São Paulo visitará o Atlético-GO, no Estádio Antônio Accioly, para definir a 15ª rodada pelo torneio nacional.

ARBITRAGEM POLÊMICA

Os jogadores não foram os únicos elementos em destaque no confronto da Sul-Americana. Sem saber controlar os ânimos da partida, a arbitragem começou a se perder e expulsou três atletas do Soberano. Após o jogo, Rogério Cenise incomodou muito com a atuação do uruguaio Christian Ferreyra no apito. O treinador chamou a atenção para a forma que os chilenos em campo foram tratados pelo árbitro.

Luciano, do São Paulo
Luciano, do São Paulo, craque da partida (Créditos: Staff Images/CONMEBOL) 

"Não queremos falar de arbitragem, mas temos que repensar, temos que ter mais força na confederação sul-americana. Eu me recordo de uma época em que a gente tinha força, mas hoje não temos e sofremos muito. No fim, quando vai cumprimentar, o árbitro, ele dá beijos nos jogadores deles. Claro, pode, é respeitoso. Mas, não sei, três expulsos nossos, abraços, beijos... Quando um de nós foi cumprimentá-lo, ele diz que 'você eu não cumprimento'. Estranho", falou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!