Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » FINAL BRASILEIRA!

Santos atropela o Boca Juniors e vai à final da Libertadores contra o Palmeiras

Com início de segundo tempo avassalador na Vila Belmiro, Peixe controla partida e garante vaga na decisão continental

Redação Publicado em 13/01/2021, às 21h16 - Atualizado às 21h17

Com início de segundo tempo avassalador na Vila Belmiro, Peixe garante vaga na decisão e vai em busca do quarto título continental
Com início de segundo tempo avassalador na Vila Belmiro, Peixe garante vaga na decisão e vai em busca do quarto título continental - Getty Images

O Santos venceu o Boca Juniors por 3 a 0 na noite desta quarta-feira, 13, e carimbou a vaga na final da Libertadores, contra o Palmeiras. O Peixe garantiu a classificação com gols de Diego Pituca, Soteldo e Lucas Braga. A grande decisão brasileira será disputada no próximo dia 30, no Maracanã, no Rio de Janeiro. 

Após o empate sem gols na Argentina, pelo jogo de ida da semifinal da Libertadores, o alvinegro precisava de uma vitória na Vila Belmiro para garantir a vaga na decisão da competição continental.

Com o controle e marcação forte, o Santos foi melhor e pressionou os argentinos do início ao fim. Aos 30 segundos de jogo, Marinho mandou uma bola na trave e quase abriu o placar. O Peixe ainda teve uma boa oportunidade aos 11 minutos, em desvio perigoso de Kaio Jorge. A equipe de Cuca chegou ao gol aos 15 minutos, com Diego Pituca. No fim do primeiro tempo, Marinho ainda mandou uma bomba no gol de Andrada, mas o goleiro espalmou o chute.

Em começo de segundo tempo avassalador, o Santos marcou dois gols em cinco minutos. Aos três, Soteldo fuzilou o gol de Andranda, e Lucas Braga ampliou para o Peixe, aos cinco. Com 10 minutos da etapa final, o lateral Fabra foi expulso após pisão na barriga de Marinho, diminuindo qualquer chance de reação do Boca Juniors. O time argentino ainda teve duas oportunidades com Tévez, mas a forte marcação do alvinegro esteve presente. 

Marinho quase chegou ao quarto gol, mas mandou a bola pelo lado de fora da rede. Na sequência, o goleiro João Paulo fez uma defesaça no reflexo em chute de Villa. Aos 47 minutos, Kaio Jorge teve a oportunidade de marcar mais um para o Peixe. 

Gol de Diego Pituca, que abriu o placar na Vila Belmiro (Crédito: GettyImages)

 

O jogo

Em 30 segundos, o atacante Marinho roubou a bola no campo de ataque, avançou pela beirada da área, cortou para o meio e bateu de esquerda, mandando uma bomba na trave. No rebote, Pituca dominou na área e chutou por cima do gol.

A segunda boa chegada do Santos veio aos 11 minutos. Em cobrança de escanteio, Soteldo cruzou na primeira trave e Kaio Jorge desviou de calcanhar, mas ninguém apareceu para finalizar na segunda trave.

No lance seguinte, Pituca recebeu de Kaio Jorge na entrada da área e bateu colocado, de esquerda, mandando a bola ao lado do gol de Andrada.

O volante abriu o placar aos 15 minutos. Pituca tocou para Soteldo na beirada da área, que consegue finalizar. A bola bateu no braço de Lisandro López, os santistas pediram pênalti, mas Pituca chegou para finalizar e marcar: 1 a 0. Foi o primeiro gol de Pituca na Libertadores. 

Forte na marcação, a zaga do Peixe travou as chegadas de Tévez e Soldano, evitando sofrer perigo.

A primeira grande chance do Boca Juniors veio aos 31 minutos. Tévez avançou no campo de ataque, tentou puxar para a esquerda e caiu no chão. Villa apareceu na sobra batendo com força de primeira. O chute do meia passou perto do gol de João Paulo.

Aos 32 minutos, Lucas Veríssimo se chocou no alto com Soldano e já caiu com muito sangue na cabeça. O zagueiro foi atendido em campo após a pancada forte. De touca de proteção, o defensor voltou para o gramado.

Aos 39, João Paulo afastou uma chegada de Villa, após passe no escanteio curto. O meia cruzou com perigo na segunda trave, mas o goleiro santista fez a defesa.

Marinho teve chance de ampliar para o Santos em uma bomba em cobrança de falta, em falta sofrida pelo próprio camisa 11. Soteldo pisou para Marinho, que chegou lançando uma bomba no gol de Andrada. O goleiro espalmou o chute para longe.

Na chegada seguinte, Kaio Jorge avançou na beirada da área pela esquerda, cortou para o meio e bateu colocado. O chute passou perto no canto oposto de Andrada.

Na volta do intervalo, o Santos mostrou o domínio do primeiro tempo e ampliou o placar logo aos três minutos. Soteldo recebeu a bola após o Santos conseguir a recuperação no meio-campo. O camisa 10 avançou pelo canto da área e fez o corte, enchendo o pé de direita e mandando uma bomba no gol de Andrada: 2 a 0.

Dois minutos depois, Lucas Braga marcou o terceiro. Marinho recebeu na direita, fez fila na grande área e deixou para o atacante mandar de primeira na grande área, sem goleiro e sem marcação: 3 a 0.

O Boca teve a chance de diminuir aos oito minutos. Tévez recebeu de Campuzano na entrada da área e mandou um chute forte de direita, perto do gol santista.

Precisando empatar para se classificar, o Boca viu Fabra ser expulso aos 10 minutos do segundo tempo. O lateral fez a falta em Marinho e na sequência deu um pisão na barriga do camisa 11 do Santos.

Aos 12 minutos, Tévez aproveitou a sobra de uma bela defesa de João Paulo, mas a bola explodiu na marcação. Em nova sobra, Abila mandou a bomba na zaga alvinegra, afastando o perigo.

Aos 23 minutos, Marinho quase anotou o quarto. Jobson, que entrou no lugar de Soteldo, deu um toque para Pará na linha de fundo, que deixa para Marinho na área. O atacante armou para a esquerda e chutou no canto do goleiro, mas a bola balançou a rede pelo lado de fora.

O Boca chegou mais uma vez aos 26 minutos. Villa cruzou com perigo na área do Peixe, ninguém desviou a bola, e o goleiro João Paulo fez uma defesaça no reflexo, usando apenas um braço.

No fim, Madson recebeu em profundidade de Sandry, saiu de cara com Andrada, tentou passar para Marinho, livre, mas o goleiro bloqueou.

Aos 47, Kaio Jorge recebeu a bola em projeção no campo de ataque, saiu cara a cara com Andrada, mas o goleiro fez uma grande defesa.

Placar final: 3 a 0.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!