Sportbuzz
Testeira
Futebol / COPA AMÉRICA

Peru busca o empate e complica o Equador na Copa América

Após abrir dois gols de vantagem, equatorianos cedem o empate e se preparam para enfrentar o Brasil na próxima rodada

Redação Publicado em 23/06/2021, às 19h32 - Atualizado às 19h59

Jogadores do Peru comemorando gol de empate - Getty Images
Jogadores do Peru comemorando gol de empate - Getty Images

Nesta quarta-feira, 23, Equador e Peru se enfrentaram no Estádio Olímpico, em Goiânia, em jogo válido pela 4ª rodada da Copa América. O Equador começou a partida como lanterna do grupo B com apenas um ponto e o Peru estava na terceira posição, com três.

ESCALAÇÕES

EQUADOR: Galíndez; Preciado, Arboleda, Hincapié e Estupiñan; Mendez e Caicedo; Alan Franco, Damián Diaz e Ayrton Preciado; Campana.

PERU: Gallese; Corzo, Ramos, Callens e Trauco; Tapia e Yotún; Carrillo, Pena e Cueva; Lapadula.

 

 

1º Tempo

O jogo começou muito movimentado, com o Equador tomando as primeiras iniciativas de ataque e também defendendo muito bem. Não à toa, aos 17 minutos, saiu a primeira chance real de gol da partida. Em cobrança de falta frontal, da intermediária, Estupiñán bateu colocado, de canhota e o goleiro Gallese pulou para defender no canto direito.

Mas o Peru não resistiu muito tempo à pressão equatoriana e aos 23 a rede balançou! Estupiñán recebeu de Caicedo na ponta esquerda, cruzou por baixo buscando a chegada de Alan Franco na pequena área e o volante Tapia, tentando afastar com um carrinho, acabou mandando contra o próprio gol.

Aos 38 minutos, Ayrton Preciado cobrou escanteio da direita, Arboleda cabeceou fraco na primeira trave e Gallese caiu para fazer outra boa defesa. Minutos depois, Campana recebeu cruzamento pelo lado direito da área, dominou de coxa e finalizou rasteiro, de canhota, mas acabou mandando na rede pelo lado de fora. Muita pressão do Equador nos minutos finais.

E toda a pressão deu resultado, nos acréscimos a seleção equatoriana ampliou! Em cobrança de falta da ponta direita, Díaz cruzou para a pequena área, Ayrton Preciado chegou de trás em velocidade, foi de encontro à bola e apenas escorou no canto esquerdo do gol.

2º Tempo

Logo no início da segunda etapa, Tapia arriscou um chute da intermediária buscando o ângulo direito, mas a bola saiu, levando muito perigo ao gol de Galíndez.

O Peru voltou para o segundo tempo com outra proposta e aos quatro minutos conseguiu diminuir a diferença! Cueva fez boa jogada individual pelo meio e serviu Lapadula pelo lado esquerdo da área. O atacante finalizou rasteiro de canhota e diminuiu. O VAR foi acionando para analisar possível posição de impedimento do atacante, mas confirmou o gol peruano.

E aos oito saiu o empate do Peru! Lapadula recebeu passe longo de Peña na meia direita, deixou Arboleda no chão e tocou para Carrillo na grande área. O camisa 18 finalizou rasteiro no cantinho direito para deixar tudo igual.

Aos nove, Díaz foi acionado pelo lado direito da área, teve ótima chance para recolocar o Equador em vantagem batendo cruzado, mas Gallese defendeu com o pé.

Com 20 minutos, Moisés Caicedo recebeu de Estupiñán pelo lado esquerdo da área, tentou cortar para trás e foi atingido no rosto pela mão de Ramos. O meia caiu pedindo pênalti e o árbitro mandou o jogo seguir. O VAR foi acionado para revisar o lance e, após muita demora, concordou com a decisão de campo e confirmou que não houve pênalti no lance. Partida reiniciada depois de quase cinco minutos.

Aos 26, Estupiñán fez grande jogada individual pelo lado esquerdo da área, cruzou da linha de fundo buscando Estrada e o zagueiro Callens, quase embaixo do travessão, afastou. Dois minutos depois, na segunda cobrança de escanteio seguida do Equador, Ayrton Preciado cruzou, Hincapié cabeceou na primeira trave e a bola explodiu em Yotún na pequena área e foi para fora.

A seleção equatoriana voltou a pressionar no segundo tempo! Aos 35, Hincapié recebeu na entrada da área, chutou forte de canhota, mas mandou por cima do gol.

Aos 45 quase saiu a virada do Peru. No contra-ataque, Yotún recebeu de Ormeño na esquerda, invadiu a área e finalizou de cavadinha na saída de Galíndez, mas o goleiro fez importantíssima defesa. Nos acréscimos, ainda deu tempo de o VAR checar um possível pênalti para a seleção equatoriana, mas não foi validado.

O empate perdurou até os minutos finais! Este resultado não foi nem um pouco satisfatório para a seleção do Equador, que estava com a vitória em mãos e conseguiu deixá-la escapar. Além disso, o próximo confronto da equipe será contra o Brasil, no final de semana.

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!