Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Testeira
Futebol » LEMBRANÇAS!

Galvão Bueno explica bordão e relembra pulos com Pelé e Arnaldo em 1994: "Acabou! É tetra"

Reprise da partida da Copa do Mundo entre Brasil e Itália acontece no próximo domingo, 26

Izabella Macedo Publicado em 25/04/2020, às 15h33

Galvão Bueno relembra comemoração na vitória do Brasil na Copa do Mundo de 1994
Galvão Bueno relembra comemoração na vitória do Brasil na Copa do Mundo de 1994 - Transmissão TV Globo

A conquista do tetra do Brasil é marcada além da partida, pela narração histórica de Galvão Bueno. Ao pensar no momento em que o juiz apitou o fim do jogo, as palavras "Acabou! É tetra! É tetra!" são as mais lembradas.

Desde tal conquista já se passaram 26 anos e é difícil imaginar alguém que não tenha revisto o momento em que Galvão Bueno pula ao lado de Pelé, quase perde os óculos na comemoração e dá origem a um bordão que é a marca do esporte no país até hoje.

No próximo domingo, 26, a Globo transmitirá às 15h45 (de Brasília) a reprise dessa partida em que o Brasil superou a Itália nos pênaltis e contará com a narração original de Galvão.

"Saiu na hora. Nunca nenhum bordão meu veio preparado. Aquilo ali foi a comemoração de um gol. Representou um gol para o Brasil quando o Baggio errou aquele pênalti e decidiu o título para o nosso lado. E a Itália também buscava o tetracampeonato naquela final. Passei a usar o 'acabou' depois, e o 'tetra' virou meme muito antes dessa febre das redes sociais. Acho que foi um dos primeiros memes de que se tem notícia. Tenho muito orgulho disso. O 'tetra' virou, na realidade, uma expressão de comemoração. Até hoje as pessoas usam isso", disse Galvão Bueno de acordo com o site O Dia.

A dupla Luis Roberto e Roger Flores comanda um pré-jogo especial que terá duração de 30 minutos.

Como não poderia ficar de fora desse momento, Galvão participará através de uma chamada de vídeo, assim como os craques daquela equipe, como Bebeto, Raí, Mauro Silva, Márcio Santos, Aldair e Taffarel, que relembram detalhes da caminhada do tetra.

Depois da disputa de pênaltis que mexeu com o coração dos brasileiros, a festa dentro de campo ficou marcada por uma faixa que os jogadores estenderam em homenagem ao piloto Ayrton Senna, que havia morrido dois meses e meio antes em um acidente na corrida de Ímola, terceira prova da temporada de Fórmula 1 de 1994.

Após a transmissão do jogo, essa história será lembrada, assim como a festa pelo título que veio após 24 anos de jejum.

"Lembro que estava com um certo receio, por ser a terra do Alain Prost, o maior rival que ele teve na Fórmula 1. Foi muito bonita a atitude dos jogadores de levarem aquela faixa em homenagem a ele, algo muito emocionante. Não que eu estivesse pensando nisso antes do jogo, mas no final me veio um filme de tudo o que havia acontecido em Paris", completou.


Itens que todo fanático pela Seleção Brasileira vai amar ter

Clique nos links abaixo para comprar os produtos:

1. Álbum de Figurinhas Seleção Brasileira Rússia 2018. A Maior Campeã de Todos os Tempos (+ 10 Envelopes) 

2. Copo Chuteira 370 Ml Jogador Cbf Globimport Transparente 

3. Camiseta Nike Brasil Torcedor Réplica 18/19 

4. A camisa amarela da seleção brasileira

5. Chinelo Slim Brasil, Havaianas, Feminino 

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!